10 de outubro de 2013

Mexeu com a educação de meu filho, mexeu comigo! Grande ato na próxima terça-feira (15)

Direção do Sindseps e associações de base não  concordam com proposta da gestão para bolsa-educação
Direção do Sindseps e associações de base não concordam com proposta da gestão para bolsa-educação
Servidores municipais das diversas categorias do funcionalismo público, reunidos na manhã desta quinta-feira (10), no auditório da APLB Sindicato, resolveram deliberar ações a serem praticadas, para contrapor a tentativa da administração municipal, que pretende modificar os critérios vigentes de oferta da bolsa-educação e outros direitos garantidos aos trabalhadores.
Tentando desmerecer a inteligência dos servidores municipais, a administração municipal tem tentado reduzir a bolsa-educação, por meios de dispositivos, que conflitam com a legislação. De forma arbitrária e por meio de um decreto, a atual gestão articula para acabar com o direito conquistado há mais de 40 anos pela nossa categoria.
Lideranças das diversas categorias decidiram realizar um ato público
Lideranças das diversas categorias decidiram realizar um ato público na terça (15)
O repúdio dos servidores municipais foi imediato, em relação a proposta apresentada pela gestão, desencadeando um sentimento coletivo de desprezo pelo texto, que vai prejudicar a formação educacional de nossos filhos. “Não concordamos com a minuta que a gestão tenta impor de maneira autoritária. Um direito adquirido há mais de quarenta anos não pode ser tirado dessa forma. Querem exterminar a educação de nossas crianças”, afirmou Alemão Alcântara, diretor do Sindseps.
A resposta mais firme, que o servidor municipal poderá ofertar é a mobilização intensa de toda a categoria. Para isso, o seu sindicato de luta, associações de base e demais entidades representativas do servidor municipal, CONVOCAM todos os servidores para um grande ato público, na próxima terça-feira (15), 14h, em frente a Prefeitura Municipal e  Câmara de Vereadores.
O Sindseps lutará para que o modelo vigente de bolsa-educação continue prevalecendo, bem como exigirá ampliação dos recursos destinados ao programa, possibilitando que todos os servidores que desejam o benefício sejam contemplados. “Nossa mobilização pretende frear essa tentativa nebulosa de acabar com a bolsa-educação. Existem ‘filtros’ que impedirão que as escolas que escolhemos para a educação formal dos nossos filhos participem do programa. Isso não iremos admitir sob nenhuma hipótese”, afirmou Bruno Carianha, diretor da entidade.
Fonte; SINDSEPS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nunca diga para os outros, aquilo que não gostaria de ouvir