31 de julho de 2016

Convocatória dos ACEs em Restrição Definitiva




https://fbcdn-sphotos-c-a.akamaihd.net/hphotos-ak-xfp1/v/t1.0-9/13680666_10206733916211909_5257183163424285719_n.jpg?oh=47e0ef85a877e1544beb6685c421ac7b&oe=581B215A&__gda__=1479409727_c78ea854b4e581547b983eb25af5b167

Vacina contra dengue chega às clínicas privadas a partir da semana que vem

Vacina contra dengue chega às clínicas privadas a partir da semana que vem
Foto: Reprodução / Pixabay
O laboratório Sanofi-Pasteur anunciou que a vacina contra a dengue, dengvaxia, começará a chegar às clínicas privadas a partir da próxima semana. A vacina protege contra quatro sorotipos diferentes da doença e deve ser administrada em três doses com intervalo de seis meses. Indicada para pessoas entre 9 e 45 anos, a denvaxia foi aprovada pela Anisa no Brasil em dezembro do ano passado e teve seu valor definido nesta semana. Estudos apontam que ela irá ajudar a diminuir os gastos, reduzindo 81% das internações e 93% dos casos graves. A diretora médica do laboratório, Sheila Homsani, afirmou que é fundamental completar o esquema para obter total imunização. “A partir da primeira dose a vacina já oferece proteção, mas é importante completar as três doses para garantir que a imunização seja duradoura e equilibrada para todos os sorotipos de dengue”, explicou. A médica ainda esclareceu ao site Extra que a prevenção da vacina é de dois em casa três casos da doença.
 
Bahianotócias

29 de julho de 2016

Parabéns ao delegado Romilson






Parabenizamos o delegado Romilson pela passagem do seu aniversário. Que o sucesso, a saúde e o amor sejam seus companheiros nessa nova etapa que se inicia na sua vida. Parabéns, companheiro!

Diretoria da Aaces

28 de julho de 2016

Aaces busca esclarecimentos sobre o Pasep na Semge


 PASEP 2016

Hoje pela manhã o diretor Cléber esteve na Secretaria Municipal de Gestão (Semge) para saber o motivo de muitos agentes de saúde terem sidos informados pelo Banco do  Brasil de que não estão aptos para receber o Pasep de 2016/2017. A Semge não soluciou o problema e pediu que o diretor fosse até a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) para obter  esclarecimentos. Chegando lá, não conseguiu nada, apenas a promessa de que na próxima semana essa questão será resolvida.



Sabemos que isso está trazendo muitos transtornos aos servidores e gerando muitas especulações. O fato é que ainda não obtivemos um esclarecimento oficial da prefeitura a respeito. E que não estamos medindo esforços para solucionar o problema.

Contracheque disponível

 

 Os agentes de saúde já podem consultar o contracheque on-line. O salário entra na conta amanhã.

27 de julho de 2016

CCZ solicita agentes para trabalharem no Programa da Raiva

O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) solicita três agentes de combate às endemias (ACEs) para atuarem no Programa da Raiva. Os trabalhadores que se interessarem devem ir ao CCZ e procurar Dra. Ana Galvão. Além disso, os agentes não podem estar atuando no campo, em outros programas. Devem, portanto, ser aqueles que estejam em restrição ou trabalhando na administração.

Image

ACEs e ACSs sem direito ao Pasep?

 
 PASEP 2016

 Não bastassem a falta de reajuste salarial e a não implantação do piso salarial dos agentes de saúde aqui em Salvador, ao consultarem o Banco do Brasil, muitos agentes de combate às endemias (ACEs) e agentes comunitários de saúde (ACSs) foram informados de que não terão direito ao Pasep 2016/2017. O fato está causando um rebuliço entre os trabalhadores, razão pela qual entraram em contato com a Associação dos Agentes Comunitários e de Combate às Endemias de Salvador (Aaces) para saber o motivo disso.
A Aaces informa que todas as providências já estão sendo adotadas para equacionar o problema. No entanto, as primeiras informações dão conta de que a Prefeitura de Salvador teria determinado que, na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), fosse informado o valor bruto de nossa remuneração, incluindo, portanto, os auxílios alimentação e transporte.
Amanhã, novos esclarecimentos os trabalhadores terão sobre essa dificuldade causada pela prefeitura aos agentes de saúde.

Parabéns ao diretor Paulo


Parabenizamos o diretor Paulo pela passagem do seu aniversário. Que Deus o abençoe hoje e sempre. Feliz aniversário, companheiro!
Diretoria da Aaces.

26 de julho de 2016

Parabéns à agente de saúde Márcia Martinez

Hoje celebramos o aniversário da agente de saúde Márcia Martinez, do Novo Horizonte de Sussuarana. Para comemorar a data, os colegas de equipe fizeram um café da  manhã.  
Feliz aniversário, colega!
Diretoria da Aaces.
 



Márcia, apenas...

25 de julho de 2016

Salvador registra redução do índice de infestação do Aedes aegypti


Salvador registra redução do índice de infestação do Aedes aegypti
Foto: Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas
O Índice de Infestação Predial (IIP) por Aedes aegypti na capital baiana é de 1,4%. Isso significa que a cada 100 imóveis visitados, menos de dois apresentaram focos do mosquito. O índice é resultado do Levantamento de Índice Rápido para Aedes aegypti (LIRAa) que foi realizado entre os dias 01 e 22 de junho. Apesar da cidade ainda estar em alerta para a ocorrência de uma eventual epidemia das arboviroses, houve uma redução de 22% em relação ao último levantamento do mês de janeiro, quando o indicador era de 1,8%. Segundo a AGECOM o resultado do levantamento é atribuído à intervenções, mobilização e conscientização da população através de campanhas, além da intensificação das atividades do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ). “Estamos, cada vez mais fechando o cerco ao mosquito. No entanto, mesmo com uma redução considerável, ainda estamos com um índice acima do ideal e, por isso, o alerta continua aceso. É importante que a população se mantenha vigilante e colabore”, afirma a coordenadora do Programa Municipal de Controle do Aedes, Isabel Guimarães. O levantamento apontou, ainda, que os Distritos Sanitários do Centro Histórico, Liberdade e Brotas apresentam índice de infestação igual ou menor a 1,0%, recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Desta forma, essas áreas não apresentam risco de uma epidemia da doença. Os demais distritos de Salvador apresentam resultados satisfatórios. Foi apontado, ainda, que 12 bairros da capital não identificaram nenhum foco do vetor. A única localidade do município que tem alto risco para eventual epidemia das arboviroses é a Palestina, com o IPP de 4,6%.
 Bahianotícias
 

24 de julho de 2016

Zika é achado em sêmen 93 dias após infecção


Zika é achado em sêmen 93 dias após infecção
Foto: Divulgação
Um homem de 27 anos teve a presença do vírus da zika detectada no sêmen, na França, 93 dias após relatar sintomas de uma infecção adquirida em uma viagem à Tailândia, no Sudeste da Ásia - onde não há epidemia de zika. O caso foi relatado por pesquisadores franceses em um artigo publicado ontem na revista científica The Lancet. Até agora, o registro de sobrevivência mais longa do vírus no sêmen havia sido de 62 dias após os sintomas. Segundo os autores, o novo caso indica que pessoas que viajam para áreas onde não há epidemia de zika também podem ser infectadas.
 
Bahianotícias

22 de julho de 2016

PF desbarata esquema de desvios da saúde em SSA, Candeias e S F do Conde

PF desbarata esquema de desvios da saúde em SSA, Candeias e S F do Conde
Foto: Divulgação / PF
Policiais federais deflagraram na manhã desta sexta-feira (22) uma operação com objetivo de desbaratar um esquema de desvios de verbas públicas da saúde. As ações ocorrem em Salvador, Candeias e São Francisco do Conde. Nas cidades são cumpridos 24 mandados de busca e apreensão, um mandado de prisão preventiva e sete mandados de condução coercitiva. Cerca de 140 policiais federais participam da ação feita em parceria com a Controladoria Geral da União (CGU). Segundo a investigação, em licitações e prestações de contas de dois dos municípios envolvidos, a CGU detectou mais de R$ 70 milhões pagos pelas prefeituras sem comprovação dos serviços de saúde. A operação, intitulada de Copérnico, apura um esquema que agia através da criação de empresas e entidades sem fins lucrativos em nome de “laranjas” com as quais eram firmados contratos de gerenciamento integral de hospitais, Unidades de Pronto Atendimento – UPAs e centros de saúde. Ainda segundo a PF, as três irregularidades principais foram: a fraude às licitações, que eram forjadas; a falta de fiscalização, por parte do município, em relação à efetiva prestação do serviço; e a realização de pagamentos com base apenas na declaração emitida pela própria entidade. Na movimentação bancária da principal entidade investigada, entre 2012 e 2015, foram identificadas que as cinco principais beneficiárias de transferências foram empresas pertencentes à própria organização criminosa e o escritório de advocacia cujo sócio constava como procurador de um dos municípios. Os mandados foram expedidos pelo Tribunal Regional da 1ª Região. Os mandados têm por objetivo localizar e apreender provas das fraudes e do superfaturamento nas contratações públicas, assim como encerrar ameaças que vinham sendo feitas a testemunhas.
 
Bahianotícias

21 de julho de 2016

Julho Amarelo: Sesab recomenda vacinação contra Hepatite B

Julho Amarelo: Sesab recomenda vacinação contra Hepatite B
Foto: Divulgação
A Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab), por meio do Programa Estadual de DST/Aids e Hepatites Virais, recomendou que os Núcleos Regionais de Saúde, Bases Regionais de Saúde e coordenações de serviços especializados implementem a vacinação contra Hepatite B na população de menor cobertura vacinal, ou seja, com faixa etária maior de 20 anos. A ação tem o objetivo de celebrar o Dia Mundial de Luta, Prevenção e Controle das Hepatites Virais, lembrado no dia 28 de julho. Na oportunidade, o Programa Estadual de DST/Aids e Hepatites Virais lança o Boletim Epidemiológico de 2016, além de apoiar atividades no Cedap (Roda de Conversa sobre Hepatites Virais, no dia 25, a partir de 14 horas), Hospital Universitário Professor Edgar Santos (HUPES) (campanha de testagem rápida para hepatite B e C, dia 2, às 8h30min) e Farmácia Integrada de Medicamento e Atenção Especializada (Fimae), no Hospital Especializado Octávio Mangabeira (de 25 a 29, atividades educativas, campanhas de testagem e palestras). Campanhas de testagem e vacinação ocorrerão em alguns municípios, como Barreiras, Ipiau, Itabuna e Teixeira de Freitas. A Diretoria de Vigilância Epidemiológica da Sesab, por meio da Coordenação de Agravos/GT-DST/Aids e HV e da Coordenação de Imunizações e Vigilância Epidemiológica das Doenças Imunopreveníveis (Civedi) também recomenda às secretarias municipais de Saúde que reforcem ações estratégicas de implementação da vacinação contra Hepatite B na população com baixas coberturas e áreas que registram bolsões de susceptíveis para o referido agravo.
 
Bahianotícias

19 de julho de 2016

Os agentes de saúde relacionados abaixo devem ligar urgentemente para Aaces



Os agentes de saúde cujo nome encontra-se na lista abaixo devem ligar urgentemente para a sede da Associação dos Agentes Comunitários e de Endemias de Salvador (Aaces) pelo telefone 3027-0951. A ligação deve ser feita a partir das 14h.

Adailton Santos Nunes
Adelmo Luís de Jesus 
Adilton Costa
Adriana de Sousa Santos
Ailton Portela de Araújo 
Ana Maria Pereira Ribeiro
Anacildes Silva Coelho dos Santos
Arlete Carla de Jesus Silva
Aucineia Chaves Lopes
Claudio Diogenes Gonçalvez
Claudio Santos da Silva
Cleber Antonio Jesus de Barros
Cristiano de Jesus Santos
Dalmo Simas Brito
Denia Lima do Nascimento
Eneida Santos Conceição
Estefano Leonardo Nascimento
Gilberto Edmond Soares da Silva
Gilmar Santos de Pinho
Janildes Rocha de Jesus  Conceição
Josenice da Silva Santos
Lauriceia Fernandes de Jesus
Regina Gabriela Santos







Programas para evitar transmissão de HIV de mãe para filho evitaram 1,6 milhão de casos

Programas para evitar transmissão de HIV de mãe para filho evitaram 1,6 milhão de casos
Foto: Shutterstock
O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) informou neste domingo (17) que os programas para evitar a transmissão do HIV de mãe e filho evitaram a infecção de 1,6 milhão de crianças desde o ano 2000. Ainda assim, a entidade ressaltou que a doença continua como a segunda causa de morte entre adolescentes. De acordo com dados da agência da ONU, o número de transmissões do vírus de mãe para filho caiu 70% nos últimos 15 anos. Dados de outras agências da ONU mostram, segundo o site Terra, que a primeira causa de morte entre os adolescentes em todo o mundo são os acidentes de trânsito, seguidos de Aids e suicídios. "Ainda há muito trabalho a ser feito para proteger as crianças e adolescentes da infecção, da doença e da morte", afirmou a Unicef em comunicado. A ONU aponta que, em 2015, a cada hora, 29 adolescentes com idades entre 15 e 19 anos foram infectados pelo HIV.
 
Bahianotícias

18 de julho de 2016

EUA registram 1º caso de zika transmitido sexualmente de mulher para homem

EUA registram 1º caso de zika transmitido sexualmente de mulher para homem
Foto: Reprodução / MyK104
Após casos de transmissão de homem para mulher na Europa e Estados Unidos, cientistas americanos registraram o primeiro caso em que o vírus da zika foi passado de uma mulher para um homem, por meio de relações sexuais. De acordo com informações da Folha de S. Paulo, uma jovem de Nova York transmitiu a doença ao namorado, através de sexo sem preservativo, após retornar de viagem a um país onde há casos de zika. O medico que atendeu o casal levantou a hipótese da transmissão porque o rapaz não sai dos Estados Unidos há mais de um ano. O caso foi levado ao Departamento de Saúde e Higiene Mental de Nova York, que após entrevistá-los segue a linha de raciocínio do médico. Um estudo recente publicado na revista médica inglesa "The Lancet Infectious Diseases" tinha descrito, pela primeira vez, o achado do vírus da zika no trato genital feminino. "Já imaginávamos que isso seria possível [a mulher transmitir o vírus para o homem], ainda mais depois desse estudo, mas é importante que haja a descrição para confirmar a hipótese e fortalecer a ideia de que existe uma transmissão sexual do zika", explica Max Igor Banks, infectologista do HC da USP. "O que estamos vendo é que o vírus da zika está persistindo por bastante tempo nas pessoas e, com isso, a questão sexual passa a ter um papel extremamente relevante na epidemia", avalia Paolo Zanotto, virologista da USP, explicando ainda que os casos de transmissão sexual do zika são mais difíceis de identificar quando o casal vive em uma área de risco, como o Brasil, já que os dois podem ter sido picados pelo mosquito. Ele afirma, no entanto, que os pesquisadores da USP tem acompanhado um grupo de homens que têm zika no sêmen, com o objetivo de “desenvolver estudos para entender a transmissão sexual no Brasil e ver se aqui ela é exceção ou um componente da epidemia". 
 
Bahianotícias

17 de julho de 2016

Nota de falecimento




É com muito pesar que comunicamos o falecimento do agente de saúde da Funasa Urias. O colega  atuava no Distrito Sanitário do Cabula/Beiru (B), na Sussuarana. O sepultamento será às 16h no Cemitério Quinta dos Lázaros. Rogamos a Deus que conforte os familiares e amigos.

Atenção, agente de saúde Ademir Barreto



O agente de saúde Ademir Barreto está com audiência marcada para amanhã, dia 18, às 8h30min.

16 de julho de 2016

PSB deve fechar apoio a Alice nesta sexta; Fabíola é apontada como possibilidade de vice


PSB deve fechar apoio a Alice nesta sexta; Fabíola é apontada como possibilidade de vice
Foto: Max Haack / Ag Haack / Bahia Notícias
Com uma forte tendência de apoio à candidatura da deputada federal Alice Portugal (PCdoB) à prefeitura de Salvador (veja aqui), o PSB deve fechar nesta sexta-feira (15) os rumos da legenda para as eleições de outubro. As Executivas Estadual e Municipal se reúnem a partir das 16h para buscar uma definição. Segundo o presidente municipal do PSB, Waldemar Oliveira, já há um indicativo para o apoio a Alice. “Nós vamos nos reunir nesta tarde para definir isso, mas como houve um indicativo, creio que hoje será tomada a decisão”, avaliou Oliveira ao Bahia Notícias. Waldemar admitiu, ainda, que já tem até uma candidata própria para concorrer à vice-prefeitura. “Se nos couber isso, se o PT e o PCdoB entenderem que nossa indicação vai contribuir para o fortalecimento da chapa, indicaremos alguém. Eu não falo em nome do partido, mas conversei com vários membros da executiva e o nome que mais agrega é o de Fabíola [Mansur, deputada estadual]. Ela já tem uma história em Salvador, acho que a indicação dela vai contribuir”, contou ao BN. A deputada, contudo, não pode analisar a proposta. De férias no Maranhão, Fabíola está incomunicável e, até o momento, não sabe que seu nome será indicado. “Não pude consulta-la, ela está isolada no Maranhão. Mas depois nós vamos fechar isso. O que é mais urgente é essa posição de nos incorporarmos à campanha. O nome em si deve ficar para a próxima semana”, explicou.
Bahianotícias 

15 de julho de 2016

Vírus mais agressivo da dengue avança no Brasil

Vírus mais agressivo da dengue avança no Brasil
Foto: Venilton Kuchler/ ANPr
Embora a maioria dos casos de dengue no Brasil ainda seja causada pelo tipo 1 da doença, cresce em alguns estados a circulação do sorotipo 2, o mais agressivo dos quatro vírus existentes. Dados do mais recente boletim epidemiológico do Ministério da Saúde, com estatísticas de 3 de janeiro até 28 de maio, mostram que, de um total de 2,2 mil amostras positivas para dengue analisadas em laboratório neste ano, 6,4% já são do tipo 2, ante 0,7% no ano passado. Além de ser considerado por especialistas o mais virulento dos quatro sorotipos da dengue, o tipo 2 ainda está relacionado a outro risco no país. Como parte da população brasileira já foi infectada pelo tipo 1, a ocorrência de uma segunda infecção por outro sorotipo aumenta o risco de desenvolvimento de uma das formas graves da doença, que podem levar à morte, como a febre hemorrágica. Segundo o infectologista Artur Timerman, presidente da Sociedade Brasileira de Dengue e Arboviroses, o risco maior em uma segunda infecção pela doença está relacionado à resposta imunológica do paciente que já contraiu o vírus uma vez. "Como já existem anticorpos contra um tipo de dengue no organismo, há uma reação inflamatória exacerbada, que prejudica o organismo, mas que não consegue neutralizar o novo sorotipo. O risco de desenvolvimento de uma forma grave da dengue é de 15 a 20 vezes maior quando se trata de uma segunda infecção". O grande número de brasileiros infectados pelo tipo 1 nas epidemias de dengue dos últimos anos é uma das razões que explicam o crescimento dos casos provocados pelo tipo 2, segundo especialistas. "Como o vírus tipo 1 da dengue está circulando há muito tempo no Brasil, já temos muitas pessoas imunes a ele. Quando há o contato dessa população com outro sorotipo, aumenta mesmo o número desses tipos de casos porque há mais pessoas suscetíveis a ele. E uma segunda infecção por dengue tem tendência a uma gravidade maior", explica Marcos Boulos, coordenador de Controle de Doenças da Secretaria Estadual da Saúde de São Paulo, onde o vírus já é responsável por 13,6% dos casos da doença, ante 0,5%.
Bahianotícias

14 de julho de 2016

Novo prazo para saque de PIS e Pasep deve beneficiar 31 mil baianos

Novo prazo para saque de PIS e Pasep deve beneficiar 31 mil baianos
Foto: Divulgação
O Ministério do Trabalho prorrogou o prazo para aqueles que não conseguiram sacar o abono salarial do Pis e Pasep até o final de junho. O novo prazo de retirada vai de 28 de julho a 31 de agosto. Com a nova chance, 31 mil baianos devem ser beneficiados. No Brasil, mais de 1,2 milhão de trabalhadores não sacaram o valor referente ao ano-base 2014. O PIS é destinado aos funcionários de empresas privadas regidos pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e o Pasep é devido aos servidores públicos. Para sacar o PIS, o trabalhador deverá verificar, antes, se o benefício não foi depositado diretamente na conta. Caso contrário, deve comparecer com o Cartão do Cidadão e senha cadastrada nos terminais de autoatendimento da Caixa ou em uma Casa Lotérica. Se não tiver o Cartão do Cidadão, o beneficiado pode receber o abono em qualquer agência da Caixa mediante apresentação de um documento de identificação.
Bahianotícias

13 de julho de 2016

PL 210/2015: Comissão aprova direito à aposentadoria especial, à insalubridade e à prioridade ao Minha Casa Minha Vida para os ACEs ACSs

 

Por unanimidade, senadores aprovam o PL 210/2016, que garante aposentadoria especial, insalubridade e prioridade ao Programa Minha Casa Minha Vida para os agentes de saúde de todo Brasil.  O projeto agora segue para ser votado em plenário e, em seguida, para sanção presidencial. Mais uma vitória!

12 de julho de 2016

Pesquisadores afirmam que Zika pode reduzir crescimento da população brasileira

Pesquisadores afirmam que Zika pode reduzir crescimento da população brasileira
Foto: PAHO/ WHO
Pesquisadores do Centro de Desenvolvimento e Planejamento Regional (Cedeplar), um dos principais centros de demografia do Brasil, afirmaram que há a possibilidade de redução do crescimento da população brasileira devido ao surto do vírus Zika. Desde que estudos comprovaram pela primeira vez a associação entre o Zika e a microcefalia, o que levou casais a adiarem planos de gravidez, os pesquisadores passaram a discutir o possível impacto. "Ainda não temos dados suficientes disponíveis para determinar se haverá uma redução substancial no número de nascimentos, mas calculo que o impacto poderia ser entre 10% a 15%", disse a demógrafa Laura Rodríguez Wong, professora do Cedeplar, à BBC Brasil. De acordo com o último boletim do Ministério da Saúde, foram confirmados 1.638 casos de microcefalia e outras alterações do sistema nervoso "sugestivos de infecção congênita" em todo o país até 25 de junho. Outros 3.061 casos suspeitos permanecem em investigação. Dados do IBGE registram cerca de 2,9 milhões de nascimentos em 2014. Com base na estimativa de Wong, a doença poderia reduzir entre 300 mil a 435 mil crianças nascidas no Brasil. Esse cenário aumentaria a tendência de encolhimento da população brasileira. Por sua vez, o demógrafo José Eustáquio Diniz, professor da Escola Nacional de Ciências Estatísticas (ENCE) do IBGE, não acredita em um impacto demográfico do Zika, porque muitas das gestações no Brasil não são planejadas. "Muitas adolescentes e mulheres que desejam adiar a gravidez neste momento não contam com o apoio das políticas públicas e nem o SUS é capaz de cumprir seu papel constitucional", avaliou. "São as mulheres mais pobres que sofrem, pois, em geral, não possuem dinheiro para adquirir os meios para evitar a gravidez e nem para arcar com as dificuldades decorrentes de uma gestação indesejada e o risco de microcefalia dos fetos".
 
Bahianotícias

11 de julho de 2016

Lipoaspiração é o procedimento estético que mais mata no Brasil

Lipoaspiração é o procedimento estético que mais mata no Brasil
Foto: Getty Images
Apenas em 2015, 900 mil cirurgias estéticas foram realizadas no Brasil. O que muitos não sabem é que os procedimentos podem até mesmo causar a morte dos pacientes. Em entrevista ao programa Bem Estar, o cirurgião plástico Luís Henrique Ishida afirmou que as mortes por lipoaspiração são as mais comuns entre os procedimentos. Ele ressaltou que o procedimento não tem o objetivo apenas de emagrecer, mas de modelar o corpo. Para isso, é necessário que o médico associe o volume de gordura que será retirado aos limites de segurança do paciente. Na maioria dos casos, segundo o especialista, as mortes estão relacionadas à falta de qualificação do médico responsável. Para que o profissional esteja habilitado em cirurgia plástica são necessários cinco anos de residência médica, dois anos em cirurgia geral e mais três anos em cirurgia plástica. Para se certificar da formação do médico, qualquer paciente pode acessar o site da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) e verificar se o nome do profissional está cadastrado.
 
Bahianotícias

9 de julho de 2016

Ataques de morcegos a cães aumenta vigilância para risco de raiva em Salvador

Ataques de morcegos a cães aumenta vigilância para risco de raiva em Salvador
Foto: Divulgação
Por conta de ataques de morcegos contra cães nos bairros de Patamares e Piatã, em Salvador, (ver aqui) um alerta foi emitido pela prefeitura. A preocupação é que a população esteja orientada sobre a prevenção da raiva. Mesmo com as precauções nenhum caso da doença foi registrado até agora. Há 12 anos que não ocorre um notificação de raiva na capital baiana, como informa o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), há 12 anos não ocorre uma notificação da raiva em humanos na cidade. Segundo Aroldo Carneiro, coordenador do Programa de Combate à Raiva, os exames laboratoriais realizados detectaram a presença do vírus em duas espécies de hematófagos (que se alimentam de sangue), fato que pode expor seres humanos e bichos ao risco de infecção. Existem ainda os casos em que o morcego invade as residências durante a noite em busca de frutas (principalmente a banana) para se alimentar. Nesses casos, não há suspeita da presença do vírus da raiva. A orientação para evitar o visitante é manter as janelas fechadas. Já quando a presença dos morcegos é detectada ao redor de animais de estimação, o alerta deve ser ligado. Carneiro adverte que quando surgir algum ferimento ou sangramento no animal, o responsável deve acionar o Centro de Controle de Zoonoses para que o caso seja investigado. O contato do CCZ é (71) 3611-7331 ou (71) 3611-7310. 
 
Bahianotícias

8 de julho de 2016

CNI defende aumento de jornada de trabalho de 44 para 80 horas semanais

CNI defende aumento de jornada de trabalho de 44 para 80 horas semanais
Robson Braga de Andrade, presidente da CNI | Foto: Reprodução / CNI
O presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga de Andrade, sugeriu após reunião com o presidente interino Michel Temer e empresários, que o Brasil adote carga horária de 80 horas semanais e 12 horas diárias para os trabalhadores. De acordo com ele, para sanear o rombo nas contas públicas, o governo precisará fazer "mudanças duras" tanto na Previdência Social quanto nas leis trabalhistas. Ele ainda afirmou que a iniciativa privada está “ansiosa” pelo endurecimento das medidas. "É claro que a iniciativa privada está ansiosa para ver medidas duras, difíceis de serem apresentadas. Por exemplo, a questão da Previdência Social. Tem de haver mudanças na Previdência Social. Caso contrário, não teremos no Brasil um futuro promissor", disse. As mudanças defendidas por Andrade foram implementadas na França, que aumentou de 36 para 80 a possibilidade de trabalho semanal e de até 12 horas para o dia trabalhado. Atualmente no Brasil, a carga horária semanal é de 44 horas – as centrais sindicais querem reduzir para 40 - e a diária é de 8 horas. "A razão disso é muito simples. A França perdeu a competitividade de sua indústria com relação aos demais países da Europa. Agora, está revertendo e revendo suas medidas para criar competitividade. O mundo é assim e temos de estar aberto para fazer essas mudanças. Ficamos ansiosos para que essas mudanças sejam apresentadas no menor tempo possível", afirmou o empresário. O presidente da confederação ainda se manifestou contra aumento de impostos. “O Brasil tem muito espaço para reduzir custos e ganhar eficiência para melhorar a máquina pública antes de pensar em qualquer aumento de carga tributária. Acho que seria ineficaz e resultaria, neste momento, na redução das receitas, uma vez que as empresas estão em uma situação muito difícil", disse. 
 
Bahianotícias

7 de julho de 2016

Fale Conosco

A Associação dos Agentes Comunitários e de Endemias de Salvador (Aaces) comunica a seus associados que os números de contato (071) 3027-0951, (071) 985377989 estão em pleno funcionamento. Ainda informa que os agendamentos jurídicos devem ser feitos por estes números, das 14h às 17h . 

MP que libera recursos para combate ao Aedes Aegypti é aprovada pelo Senado

MP que libera recursos para combate ao Aedes Aegypti é aprovada pelo Senado
Foto: Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas
O plenário do Senado aprovou nesta quarta-feira (6) a Medida Provisória (MP) que destina R$ 420 milhões do orçamento federal para ações de combate à microcefalia e ao Aedes aegypti. Desse total, R$ 300 milhões são direcionados à compra de repelentes para grávidas beneficiárias do Programa Bolsa Família, segundo a Agência Brasil. A MP foi editada pela presidente afastada Dilma Rousseff e aprovada com apoio do presidente interino Michel Temer. Como o texto da MP foi aprovado sem alterações na Câmara nem no Senado segue para promulgação sem necessidade de sanção presidencial. 
 
Bahianotícias

5 de julho de 2016

Marcada para setembro, vacinação contra paralisia infantil tem público-alvo alterado

Marcada para setembro, vacinação contra paralisia infantil tem público-alvo alterado
Foto:Cesar Brustolin/ SMCS
A partir da próxima campanha de vacinação, prevista para setembro, apenas crianças entre seis meses e cinco anos de idade que não tenham completado o esquema vacinal contra a poliomielite serão imunizadas. Até a campanha de 2015, todos dessa faixa etária tomavam reforço anual da vacina, como forma de evitar que alguns ficassem sem a dose. Desde o começo de 2016, o esquema vacinal contra a poliomielite passou a ser em três doses da vacina injetável – aos 2, 4 e 6 meses - e mais duas doses de reforço com a versão oral, conhecida como gotinha - aos 15 meses e aos 4 anos. Na campanha de setembro deste ano, segundo a Agência Brasil, deverão ser vacinadas apenas as crianças que não tomaram as cinco doses. Mesmo prevendo o reforço, o Ministério da Saúde enfatizou que as três doses injetáveis já garantem a proteção. A campanha de vacinação contra a poliomielite, também conhecida como paralisia infantil, ocorre todo ano no segundo semestre. Em nota, o Ministério da Saúde ressaltou que a variação do mês da campanha, de um ano para o outro, não prejudica a imunização da população, pois a poliomielite está erradicada no Brasil desde 1990.
 
Bahianotícias

4 de julho de 2016

Sancionada lei que permite entrada forçada em imóveis contra o Aedes






Medida autoriza acesso a locais públicos e particulares com focos do mosquito por profissional identificado. Ação deve ser feita em situação de abandono ou de ausência por mais de uma vez
A medida que autoriza a entrada forçada de agentes de combate ao mosquito Aedes aegypti em imóveis públicos ou particulares abandonados passou a ter força de lei com a publicação, nesta terça-feira (28), no Diário Oficial da União.  A Lei nº 13.301, que concede permissão a autoridades de saúde federais, estaduais e municipais, também se aplica para o caso de ausência de pessoa que possa permitir o acesso ao local ou no caso de recusa de acesso. A iniciativa deve ser tomada apenas em situações excepcionais e visa permitir a execução das ações de controle ao mosquito e criadouros. A origem da lei foi uma medida provisória publicada em fevereiro deste ano.
A entrada forçada em imóveis deve ser feita por profissional devidamente identificado, em áreas com potenciais focos de mosquitos transmissores. Além disso, para ficar comprovada a ausência de uma pessoa que possa autorizar a vistoria, é necessário que o agente realize duas notificações prévias, em dias e horários alternados e marcados, num intervalo de dez dias. Essas ações anteriores devem ser devidamente registradas em relatório.  
O texto trata de diversas providências de vigilância em saúde que podem ser adotadas quando houver situação de iminente perigo à saúde pública, devido à presença do mosquito Aedes aegypti. Entre as medidas, a lei institui o Programa Nacional de Apoio a Combate às Doenças Transmitidas pelo Aedes (Pronaedes), que tem como objetivo o financiamento de projetos de combate à proliferação das doenças transmitidas pelo vetor. Em até 30 dias, deverão ser regulamentados os critérios e procedimentos para aprovação de projetos do programa, com a priorização das áreas de maior incidência das três doenças e dos municípios com menor montante de recursos disponíveis; redução das desigualdades regionais; além da priorização da prevenção da dengue, Zika e chikungunya.
De acordo com documento, os gestores locais também poderão instituir os sábados como dia de trabalho destinado à limpeza nos imóveis, identificação de focos do mosquito e outras atividades de mobilização. A lei prevê ainda campanhas educativas e de orientação à população, especialmente no caso de gestantes.
FISCALIZAÇÃO – Os proprietários de imóveis que não tomarem providências para eliminar os focos do mosquito poderão ser multados em casos de reincidência. A Lei nº 6.437 já previa essas penalidades (advertência, multa e interdição do imóvel). A novidade é que, em casos de reincidência, o proprietário será multado em 10% do valor da multa inicial, e este valor será dobrado em caso de nova reincidência, ou seja, após a terceiravez em que houver flagrante de focos do mosquito. Quem determina a aplicação da multa é o gestor local.
BENEFÍCIOS – A Lei nº 13.301 traz ainda a ampliação da licença-maternidade remunerada de 120 para 180 dias, para mulheres contratadas por regime CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) cujos filhos sejam acometidos por sequelas neurológicas decorrentes de doenças transmitidas pelo Aedes aegypti. Outro direito para as famílias com crianças com microcefalia é o benefício de prestação continuada por até três anos, um auxílio de um salário mínimo (R$ 880) garantido pela Previdência Social.
Por Camila Bogaz, da Agência Saúde
Atendimento à Imprensa
(61) 3315-3435 / 3580

Pesquisa acha relação de consumo de paracetamol na gravidez com o autismo

Pesquisa acha relação de consumo de paracetamol na gravidez com o autismo
Foto: Fernanda Carvalho/ Fotos Públicas
Um estudo publicado nesta sexta-feira (01°) na revista "International Journal of Epidemiology" apontou que a ingestão do paracetamol durante a gestação pode aumentar os sintomas do Transtorno do Espectro Autista (TEA) e da hiperatividade em crianças. A pesquisa descobriu que o uso tem associação com sintomas do autismo em meninos e com sintomas relacionados ao déficit de atenção e a hiperatividade em ambos os sexos. O pesquisador do Instituto de Salud Global, de Barcelona, e coautor da pesquisa, Jordi Júlvez, afirmou que este é o primeiro estudo que descreve uma associação independente entre o uso do fármaco durante o pré-natal e os sintomas do TEA em crianças. É a primeira análise, também, que indica diferentes efeitos do paracetamol sobre o neurodesenvolvimento conforme o sexo. Para chegar a essa conclusão, o estudo comparou meninos e meninas expostos de forma persistente ao paracetamol com os não expostos. Segundo a Exame, foi encontrado um aumento de 30% de risco para algumas funções da atenção e aumento dos sintomas do espectro autista no caso dos meninos. Foram recrutadas 2.644 duplas de mãe e filho da Espanha. Uma parte era avaliada quando a criança estava com um ano, enquanto outra parte era avaliada aos cinco anos. As mães respondiam questionários afirmando a frequência de uso do medicamento, classificando como “nunca, esporadicamente ou frequentemente”. Em 43% dos casos das crianças avaliadas com um ano e em 41% dos casos das crianças avaliadas aos cinco anos a exposição ao paracetamol aconteceu em algum momento durante as primeiras 32 semanas de gravidez. Quando as crianças foram avaliadas aos cinco anos, as que tinham mães que consumiam paracetamol apresentavam aproximadamente 40% mais chances de ter sintomas de hiperatividade ou impulsividade que os não expostos. Meninos e meninas expostos de forma persistente mostraram pior rendimento no K-CPT, um exame que mede a falta de atenção, a impulsividade e a velocidade de processamento visual. Os meninos expostos persistentemente ao medicamento apresentaram um aumento de dois sintomas do Transtorno do Espectro Autista, se comparados aos meninos não expostos. "O paracetamol poderia ser prejudicial para o desenvolvimento neurológico por várias razões. Em primeiro lugar, ele alivia a dor ao atuar sobre os receptores de canabinóides do cérebro. Dado que estes receptores, normalmente, ajudam a determinar como os neurônios amadurecem e se conectam entre eles, o paracetamol poderia alterar estes processos", detalhou Júlvez. A principal autora do estudo, médica Claudia Avella-García, esclareceu que a relação do aumento de sintomas do espectro autista ter acontecido só em meninos pode acontecer pelo fato de "o cérebro masculino parecer ser mais vulnerável a influências danosas durante os primeiros períodos da vida".
 
Bahianotícias

1 de julho de 2016

Processo das gratificações

Os agentes de saúde cujo nome encontra-se na lista abaixo devem entrar em contato urgentemente com a Associação dos Agentes Comunitários e de Endemias de Salvador (Aaces) pelo telefone (71) 3027-0951 para verificar a data da audiência, a partir das 14h.

ALDA LOBO LIMA
ANA CRISTINA NATIVIDADE DOS SANTOS
ANA MARIA PEREIRA RIBEIRO
AUCINEIA CHAVES LOPES
CLAUDIO SANTOS DA SILVA
CLEBER ANTONIO JESUS DE BARROS
EDSON LAZARO NASCIMENTO DA FONSECA
GILMAR SANTOS DE PINHO
HELIONARA ALVES
JANILDES ROCHA DE JESUS CONCEICAO
JAQUELINE SANTOS DA CONCEIÇÃO REIS
JOEL DOMINGOS LAGE FILHO

Em breve sairá um nova lista

Direção da AACES
INFORMAMOS QUE IDENTIFICAMOS  PROBLEMAS TÉCNICOS NO NOSSO TELEFONE FIXO (3027-0951) E POR ESSE MOTIVO NOSSOS ASSOCIADOS QUE TEM LIGADO NÃO ESTÃO CONSEGUIDO CONTATO, TODAVIA, PROVIDÊNCIAS JÁ ESTÃO SENDO TOMADAS DE MODO QUE NAS PRÓXIMAS HORAS A COMUNICAÇÃO SERÁ RESTABELECIDA. PEDIMOS DESCULPAS PELOS TRANSTORNOS E SALIENTAMOS QUE OS CONTATOS DIRETORES CONTINUAM A DISPOSIÇÃO PARA QUAISQUER DUVIDAS E INFORMAÇÕES.

Boa notícia: o companheiro Paulo já está de alta!



Informamos aos servidores que o companheiro Paulo já está de alta. Agradecemos a todos que rezaram pelo restabelecimento da saúde deste grande sindicalista. Agradecemos também àqueles que se solidarizaram, dando o apoio necessário para que ele se sentisse acolhido e cuidado. Enfim, graças a Deus que tudo transcorreu bem.

Diretoria da Aaces.

Sai tabela do Pasep 2016/2017; confira

O governo federal manterá a mesma política do ano passado para o pagamento do Pasep. A final da inscrição de 0 a 4, o pagamento começa a partir do dia 28/07/2016. Já a de 5 a 9, os servidores poderão sacar o dinheiro a partir de janeiro de 2017. Vale lembrar que cada final de inscrição corresponde a um mês, exceto as 6 e 7, cujo saque poderá ser feito em fevereiro, e as 8 e 9, em março. Além disso, todos os trabalhadores terão a data de 30/06/2017como  limite para efetivar o saque. Se isso não ocorrer, o dinheiro retorna aos cofres públicos.