31 de maio de 2011

Camaçari combate a leishmaniose



Camaçari participa de uma pesquisa pioneira no país, que abre caminho para detecção da leishmaniose, doença popularmente conhecida como calazar, que atinge o fígado, o baço e a medula óssea e pode levar à morte. A pesquisa consiste, inicialmente, na realização de visitas aos domicílios que tenham cachorros com idade entre 6 meses e 6 anos, que são submetidos a diversos exames, como coleta de sangue, ultrassonografia e punção do baço, órgão que primeiro é infectado pela doença. Na oportunidade, o proprietário do animal ainda responde a um questionário com diversas perguntas sobre as condições de vida do cão.


De acordo com a veterinária e coordenadora da pesquisa, Débora Bitencourt, o levantamento no município deve ser concluído dentro de seis meses. “Estimamos que 1.500 cães serão examinados em diferentes bairros”, diz.


Segundo o coordenador do Centro de Controle de Zoonozes (CCZ), Gilmar Pereira, Camaçari é a primeira cidade visitada pela equipe, que ainda vai a outros dois municípios. “A pesquisa começou por Camaçari devido à estrutura que dispõe e do trabalho que é desenvolvido na identificação da doença”, disse ele.


Atualmente, a detecção da leishmaniose na cidade é feita através do trabalho de agentes do CCZ, com a coleta de sangue dos animais e a realização do exame de imunofluorescência. “Quando o resultado do exame é positivo, a equipe recolhe o animal e o sacrifica, como determina o Ministério da Saúde”, explica o coordenador.


Ainda faz parte da pesquisa a inspeção nos domicílios para a verificação da existência de criadouros do mosquito causador da doença, também conhecido como mosquito-palha, birigui ou cangalha. Participa do trabalho uma equipe composta por veterinários, biólogo, biomédico, técnicos de laboratório e uma estagiária do curso de veterinária.

Fonte: Bahia Tododia
Foto: Agnaldo Silva

Saúde intensifica combate em Dengue em Salvador



A Secretaria Municipal da Saúde, através do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), adotará novas estratégias de combate à dengue em Salvador a partir dos resultados obtidos no segundo Levantamento de Índice Rápido para o Aedes aegypti (LIRAa) de 2011.
Apesar de todos os esforços do Município para combater a dengue, o Índice de Infestação Predial (IIP) subiu para 6%, classificando Salvador, segundo o Ministério da Saúde, como área de alto risco para ocorrência de uma epidemia. A cada 100 casas visitadas durante o Levantamento, seis apresentaram larvas do mosquito. Em janeiro, o índice era de 3%. Em todos os Distritos Sanitários houve aumento acentuado do IIP, com destaque para o Barra/Rio Vermelho, que reúne bairros como Itaigara, Caminho das Árvores, Pituba, Amaralina. (Ver tabela).

O aumento do IIP pode ser atribuído ao período chuvoso, que teve início na semana antes da realização do LIRAa. O índice pluviométrico tem influência direta sobre o índice de infestação, pois as chuvas aumentam a oferta de depósitos para a oviposição do Aedes aegypti.  Além disso, considerando que o estudo é verificado através das formas imaturas do vetor (larvas e pupas), muitas das que foram capturadas durante o levantamento podem estar inviáveis, apesar de terem sido avaliadas como positiva para área, indicando uma infestação não real. Isso porque, após o uso do larvicida, as larvas e pupas podem permanecer vivas por até 10 dias. O LIRAa revelou ainda a diminuição da infestação nos depósitos como caixas d’água, tanques e tonéis, o que pode ser atribuído às milhares de capas distribuídas para a população. Entretanto, houve aumento em depósitos como pneus, lixo e depósitos naturais relacionados aos quintais e terrenos baldios, além dos vasos e pratos de plantas, ralos, lajes e calhas, demonstrando o descuido da população, o que deixa clara a necessidade de uma participação mais ativa da própria comunidade no combate à dengue.

Diante do cenário, o Centro de Controle de Zoonoses já trabalha na execução de um novo Plano de Trabalho contra a dengue, que prevê a intensificação dos mutirões de limpeza nos bairros com alto Índice de Infestação Predial ou que tenham registrados casos de dengue, abertura de imóveis abandonados e novas atividades educativas nas escolas. Estão previstas também autuações em borracharias, oficinas e lojas de sucatas que armazenam de forma incorreta materiais que acumulam água, como os pneus. Além disso, será reforçada a atuação nas obras da construção civil, a distribuição de capas para cobertura de depósitos e será ampliado o Projeto de Mobilização Social para todos os bairros de Salvador, não apenas naqueles que registravam altos índices de infestação no início do ano. A realização de atividades de campo aos sábados e domingos também está prevista, com objetivo de visitar os imóveis que ficam fechados durante a semana. Outras propostas serão discutidas com técnicos dos 12 Distritos Sanitários, que conhecem o perfil da localidade em que atuam, compartilhando sugestões e responsabilidades.

Desde o início do ano, o CCZ realizou 22 mutirões de limpeza na cidade, em parceria com a Limpurb e SUCOP, que permitiram a retirada de toneladas de lixo das ruas, propícios para proliferação de focos do mosquito, além da capinação e drenagem de terrenos baldios. Foram feitas também parcerias de mobilização social com instituições como a Fundação Luis Eduardo Magalhães, Câmara de Vereadores e Forças Armadas, visando capacitar a população para ser disseminadora de informações na prevenção da doença. Foram realizadas também campanhas educativas, através da distribuição de milhares de folhetos informativos, além de propagandas no rádio e televisão, e intensificação de entrevistas sobre o tema.

Apesar do aumento do Índice de Infestação Predial da cidade, houve redução do número de casos de dengue em relação a 2010. Até a 18ª terceira epidemiológica deste ano (início do mês de maio), foram notificados 1.244 casos da doença em Salvador, uma redução de 26% em relação ao mesmo período do ano passado.

Gráficos:
Comparativo entre o 1º e 2º LIRAa do ano.
Percebe-se que houve aumento em todos os Distritos Sanitários.

 Observa-se uma diminuição da infestação nos depósitos do tipo A1 (caixas d’água) e  A2 (tanques e tonéis). Entretanto, houve aumento dos depósitos tipo D1 (pneus), D2 (lixo) e E (depósitos naturais) relacionados ao peridomicílio e terrenos baldios. Observa-se também o aumento da infestação nos depósitos tipo B (vasos e pratos de plantas) e C (ralos, laje e calhas), demonstrando o descuido da população.Depósitos preferenciais
Fonte: SMS
 
 
 
 

CLAREOU DIN DIN NA CONTA

É o que era esperado no dia 07/06 saiu hoje, foi bom que a categoria já estava numa de horror.

o pior que ele voa mesmo

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Imprimir E-mail
A Subcoordenadora de Atenção à Saúde Comunitária de Salvador, Joildes Zacarias Santos, esclarece que em nenhum momento, durante a reunião com o SINDACS/Bahia, ocorrida no último dia 17, fez uso de palavras pejorativas referindo-se a categoria dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS), negando veementemente o que foi publicado na página eletrônica do referido Sindicato.
Esclarece ainda que, o instrumento de acompanhamento de visitas domiciliares implantado neste mês de maio, objetiva identificar as dificuldades enfrentadas pelos ACS que têm levado à redução da média mensal de visitas domiciliares às famílias cadastradas (como pode ser observado através de série histórica, abaixo transcrita, extraída do SIAB – Sistema de Informação da Atenção Básica).

AnoMédia de Visitas dos ACS
2011*0,62
20100,74
20090,96
20081,02
20070,98
20061,03
20051,04
* Média do 1º trimestre de 2011
A Subcoordenadora de Atenção à Saúde Comunitária de Salvador aproveita a oportunidade para expor sua admiração em relação aos Agentes Comunitários de Saúde, e o reconhecimento da importância da categoria para a melhoria da qualidade de vida da população do município de Salvador.
Fonte:  SMS

BAHIA TESTA MOSQUITO TRANSGÊNICO ANTIDENGUE





Pelas ruas de terra do bairro de Itaberaba, em Juazeiro (BA), um carro com dois pesquisadores para a cada 100 metros. Um deles desce e destampa um pote de onde saem cerca de 500 mosquitos Aedes aeypti, o transmissor da dengue. A cena se repete há três semanas e, até julho, a expectativa é de que sejam liberados 33 mil machos por semana. Depois a ação subirá para 50 mil a 100 mil mosquitos por semana. A "pulverização" de mosquitos foi repetida 22 vezes na tarde de quinta-feira retrasada. O ritual faz parte de um projeto científico que gera expectativa na administração pública da saúde. "Se der o resultado esperado, podemos reduzir de maneira expressiva os números da dengue", avaliou o coordenador do projeto, Danilo Carvalho. "Não há dúvida de que o projeto é promissor", afirmou o diretor do Complexo Industrial e Inovação em Saúde do Ministério da Saúde, Zichy Moyses. A chave dessas esperanças está no mosquito solto no ambiente: é uma espécie transgênica que produz filhotes que morrem antes de chegar à vida adulta, quando podem transmitir a dengue. Na prática, a ciência patrocina o sexo entre mosquitos que geram filhotes incapazes de espalhar a doença. O ideal é que haja dez machos transgênicos para cada macho selvagem.A experiência ocorrerá por 18 meses em cinco bairros de Juazeiro. A escolha do local, diz Margareth, foi facilitada pela proximidade com a Biofábrica Moscamed, entidade ligada ao Ministério da Agricultura que já produzia moscas estéreis. 
Fonte: Estadão

30 de maio de 2011

JÁ COMEÇOU AS DISCUSSÕES DA LEI DAS DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS, VAMOS PARTICIPAR

Amanhã 31/05 acontecerá a discussão da L.D.O no distrito São Caetano Valeria as 19 horas na rua direta do derba  conjunto inema Colégio Milton Santos, é importante a presença dos agentes de saúde para exigir a antecipação dos efeitos financeiros da transmudação, porque é nesse evento que são organizados os custos de 2012, afinal temos correr na frente e não atrás, com certeza a AACES vai se fazer presente e espera que os colegas ajude na cobrança.


SALVADOR AVALIA RESULTADOS DA MOBILIZAÇÃO SOCIAL CONTRA A DENGUE, PORQUE QUE OS AGENTES NÃO SÃO CITADOS ?

A participação mais efetiva da população no enfrentamento da dengue tem potencializado resultados positivos? Como o trabalho social voluntário mudou a vida dos envolvidos na mobilização? Essas e outras questões serão debatidas no Seminário de Avaliação dos Articuladores da Mobilização Social para Prevenção e Controle da Dengue, nesta segunda-feira (30), a partir das 8h, na Fundação Luís Eduardo Magalhães (FLEM).
No mesmo dia e local (FLEM), no turno da tarde, a partir das 14h, acontece o Seminário de Avaliação dos Parceiros, com a participação de todos os representantes de instituições públicas, privadas e do terceiro setor envolvidos na mobilização. Nesse encontro haverá também a entrega de uma homenagem a todos os parceiros que se engajaram na mobilização social.

Os eventos são coordenados pela Secretaria da Saúde de Salvador, em parceria com a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (SESAB) e a Fundação Luís Eduardo Magalhães (FLEM).

29 de maio de 2011

Walter Pinheiro destaca dia de luta dos trabalhadores em Brasília


Em discurso em Plenário nesta quarta-feira (18) o senador Walter Pinheiro (PT-BA) fez um balanço “positivo” do que considerou um importante dia de luta dos trabalhadores em Brasília. O senador falava do movimento Grito da Terra, promovido pela Confederação Nacional dos Trabalhadores da Agricultura (Contag) e da mobilização dos agentes comunitários de saúde e agentes de combate a endemias, que estiveram no Senado nesta quarta.

Walter Pinheiro afirmou que o Congresso Nacional já se acostumou com a presença de representantes desses dois movimentos pelos corredores da Câmara e do Senado, reivindicando melhores condições de trabalho para suas categorias.
O senador comemorou os acordos fechados com o governo federal pelos trabalhadores rurais, que também apresentaram ao Senado a Pauta do Campo, com as prioridades do setor. Walter Pinheiro também registrou o anúncio da presidente Dilma Roussef de criação de uma superintendência, no âmbito da Caixa Econômica Federal, para cuidar de habitação rural.  
Agentes de saúde
Por fim, o senador declarou ainda apoio aos pedidos dos agentes de saúde para aprovação do piso nacional da categoria, previsto em proposições em tramitação no Congresso.
- É uma luta que não para – reforçou o senador.
Da Redação / Agência Senado

27 de maio de 2011

ACM NETO LIDERA PRIMEIRAS PESQUISAS SOBRE A SUCESSÃO EM SALVADOR



Foto: DIV
ACM Neto disse ao BJÁ que se tiver apoio em bloco das oposições pode sair candidato

 Com o intuito de acompanhar a evolução da intenção de votos para as eleições municipais de 2012, a Potencial Pesquisas realizou o primeiro estudo sobre as expectativas do eleitor soteropolitano. Até o início das eleições serão realizadas pelo menos mais duas pesquisas. A divulgação aconteceu nesta sexta-feira.

  A abordagem espontânea constatou que se as eleições fossem hoje, pouco mais de 56% não saberiam responder em quem votar e quase 20% votaria em branco ou anularia o voto.

   Além desses percentuais, o estudo avaliou o grau de satisfação do cidadão em relação à vida que leva atualmente, aos governos municipal e estadual, aos principais problemas enfrentados pela população, dentre outros. A iniciativa faz parte de um programa institucional contínuo que a Potencial realiza, investigando opiniões e comportamentos dos soteropolitanos sobre temas relevantes para a cidade, gerando informações de domínio público. Mais detalhes sobre os projetos desenvolvidos são encontrados no site www.potencialpesquisa.com.br.

   AUTO-ESTIMA

   Quando questionados em relação ao grau de satisfação com a vida, 57% dos soteropolitanos afirmam estar satisfeitos ou muito satisfeitos, enquanto 27% se consideram nem satisfeitos, nem insatisfeitos e 18% insatisfeitos ou muito insatisfeitos.

   Para pouco mais de um terço dos entrevistados (34%), o principal problema enfrentado pela população de Salvador é a falta de segurança pública (criminalidade/violência). Em segundo aparece o desemprego (15,7%), seguido pelo o tráfico de drogas com 9,7% e a saúde pública com 6,7%. Na lista dos problemas, ainda surgem: o transporte público (5,7%), o trânsito e a educação (4,2% cada), além dos problemas com as chuvas (4%).

   "Esses resultados mostram a insatisfação do cidadão de Salvador com os serviços considerados públicos, sejam de responsabilidade da prefeitura e / ou do estado. As informações podem ajudar as administrações no direcionamento dos recursos e esforços", afirma o professor José Carlos Martins Leite, diretor da Potencial Pesquisas. Outros problemas somam 16%.

   ADMINISTRAÇÕES

   A pesquisa avaliou junto aos cidadãos soteropolitanos a satisfação com a atual administração municipal, e verificou que 57% qualificam a prefeitura de João Henrique como "Péssima" ou "Ruim" e apenas 8% como "Ótima" e "Boa". Para 32% é apenas regular.

  Há um ano e meio das próximas eleições municipais e considerando que o atual prefeito não pode se reeleger, o estudo também avaliou o poder de criar um sucessor e 37% dizem que João Henrique certamente não fará sucessor e 27% acreditam que provavelmente ele não fará. Outro aspecto investigado foi a influência do apoio do atual prefeito no voto do eleitor soteropolitano: 50% não votariam em candidato apoiado por ele e mais 23% dizem que provavelmente não votariam.

   Após cinco meses da reeleição, os soteropolitanos avaliaram o governo de Jaques Wagner no início do segundo mandato, e 31% consideram "Ótimo e Bom", contra 16% que afirmam ser "Ruim ou Péssimo". Para 45%, a administração é apenas "Regular". A expectativa é positiva para os próximos anos de governo, 54% acreditam que será um "Ótimo" ou "Bom" governo, contra 24% que acham que será "Péssimo" ou "Ruim". A pesquisa também verificou a influência do apoio do atual Governador e 48% dos entrevistados certamente ou provavelmente votariam em algum candidato a prefeito apoiado por Jaques Wagner.

  ALIANÇA ESTADO E PREFEITURA

  A atual aliança entre Prefeitura e Governo do Estado também foi foco do estudo e 30% discordam ou discordam totalmente, enquanto 16% concordam ou concordam totalmente. Aqueles que nem concordam, nem discordam somam 41%. Quase 13% não soube responder. Em relação aos benefícios que esta aliança trará para a cidade de Salvador, 51% diz que trará poucos ou nenhum benefício e 33% acreditam que vai trazer alguns ou muitos benefícios.

   CANDIDATO IDEAL

   O estudo realizado pela Potencial Pesquisas também constatou quais as principais características que as pessoas costumam levar em conta na hora de votar em um candidato a prefeito. As mais citadas foram: ser um líder (36,3%), dialogar / ouvir o povo (34,6%) e ter coragem (34,1%). Seguidas por sensível aos problemas da população / conhecer os problemas da cidade (30,6%), ter experiência / habilidade política (29,4%) e ter força de vontade (29,4%). Outras características identificadas: boa capacidade administrativa / de gestão (22,1%), ser aliado do governador / presidente (13,7%) e manter boa relação com o governador e o presidente (10,7%). Em relação ao grau de importância de cada uma delas a hierarquia se altera: ser líder se mantém em primeiro como sendo a mais importante, no entanto, a segunda mais importante é ser sensível aos problemas da população / conhecer os problemas da cidade, seguida de dialogar / ouvir o povo, ter coragem, ter experiência / habilidade política, ter força de vontade, boa capacidade administrativa / de gestão, ser aliado do governador / presidente, manter boa relação com o governador e o presidente.
ELEIÇÃO 2012: Em relação à próxima eleição municipal em 2012, o levantamento realizou dois tipos de abordagem. A primeira, de forma espontânea, verificou que a maioria (56%) ainda não sabe em quem votar, e que os votos nulos ou brancos seriam 19,4%. Entre os potenciais pré-candidatos as eleições municipais de 2012, ACM Neto (DEM) é o que apresenta maior intenção de votos, com 10,5%, seguido de Lídice da Mata (PSB), com 4%, Nelson Pelegrino (PT), com 3% e Walter Pinheiro (PT) com 2,5%. Outros candidatos somam 4%. "Como ainda estamos aproximadamente a um ano e meio da próxima eleição, não podemos dizer que é um voto extremamente consolidado, no entanto é uma tendência que demonstra o sentimento, a vontade da população.", explica José Carlos.
  Outra abordagem aplicada foi a intenção de votos estimulada. "Os nomes dos potenciais pré-candidatos para abordagem estimulada foram definidos com base em uma pesquisa qualitativa, de caráter exploratório, junto a jornalistas, professores universitários, profissionais liberais, cidadãos comuns, dentre outros. Um dos critérios de seleção foi estar filiado a algum partido e atuando diretamente na política da cidade ou do estado. Ao todo chegamos a 18 nomes.", conclui José Carlos.

   Antes da avaliação da intenção de votos estimulada, foi investigado, entre os 18 nomes, aqueles que os eleitores gostariam de ver disputando a prefeitura de Salvador em 2012, e 23,6% mencionaram ACM Neto (DEM), 17,2% Walter Pinheiro (PT), seguidos de Lídice da Mata (PSB)-16,7%, Antônio Imbassahy (PSDB)-14,7%, Nelson Pelegrino (PT)-11,4%, Geddel Vieira Lima (PMDB)-6,7%, Maurício Trindade (PR)-5,5%, Deraldo Damasceno (PSL)-3,7%, Marcos Medrado (PDT)-3,0%, Edvaldo Brito (PTB)-1,7%, Alice Portugal (PCdoB)-1,7%, José Carlos Aleluia (DEM)-1,7%, Hilton Coelho (PSOL)-1,2%, Marcelo Guimarães Filho (PMDB)-1,0%, Fátima Mendonça (PV)-0,7%, Maria Luiza (PSC)-0,7% e Fábio Mota (PMDB)-0,2%.

   A intenção de votos estimulada foi avaliada em 6 cenários, sempre com 14 potenciais pré-candidatos. No primeiro cenário foi considerado como candidato do DEM o Deputado ACM Neto, o Deputado Nelson Pelegrino do PT e Geddel Vieira Lima do PMDB. O resultado da intenção de votos encontra-se na tabela abaixo:
CENÁRIO 1 ACM Neto (DEM)18,66%
Nelson Pelegrino (PT)10,20%
Lídice da Mata (PSB)8,71%
Antônio Imbassahy (PSDB)7,21%
Mauricío Trindade (PR)5,22%
Geddel Vieira Lima (PMDB)3,23%
Deraldo Damasceno (PSL)1,74%
Marcos Medrado (PDT)1,49%
Edvaldo Brito (PTB)1,24%
Alice Portugal (PCdoB)0,75%
Hilton Coelho (PSOL)0,75%
Fátima Mendonça (PV)0,50%
Maria Luiza (PSC)0,25%
Nulo / Branco17,66%
Não Sabe / NQR22,39%
Total geral100,00%


O segundo cenário considera o ex-senador José Carlos Aleluia (DEM), no lugar do deputado ACM Neto (DEM) e o Senador Walter Pinheiro (PT) no lugar do Deputado Nelson Pelegrino (PT).
CENÁRIO 2 Walter Pinheiro (PT)12,94%
Lídice da Mata (PSB)10,95%
Antônio Imbassahy (PSDB)9,95%
Geddel Vieira Lima (PMDB)4,73%
Mauricío Trindade (PR)3,23%
Deraldo Damasceno (PSL)2,49%
Marcos Medrado (PDT)2,24%
Edvaldo Brito (PTB)1,49%
Alice Portugal (PCdoB)1,24%
José Carlos Aleluia (DEM)1,00%
Hilton Coelho (PSOL)0,75%
Fátima Mendonça (PV)0,50%
Maria Luiza (PSC)0,50%
Nulo / Branco22,64%
Não Sabe / NQR25,37%
Total geral100,00%

Casos de dengue diminuem em Costa Rica

Em Costa Rica, graças à ação conjunta da Secretaria Municipal de Saúde, Vetores e Agentes de Saúde, os casos de dengue diminuíram significativamente

A dengue é uma doença infecciosa febril aguda causada por um vírus da família Flaviridae, é transmitida, no Brasil, através do mosquito Aedes Aegypti e considerada um dos principais problemas de saúde pública em todo o mundo.

A ação mais simples para prevenção da dengue é evitar o nascimento do mosquito, para isso, é preciso eliminar os lugares que eles escolhem para a sua reprodução. É necessário tomar cuidado e não deixar água limpa parada em locais como: vidros, garrafas, vasos de flores, pneus, calha de telhado, entre outros. O ovo do mosquito Aedes Aegypti sobrevive até 450 dias, mesmo que o local que contém os ovos estiver seco. É só essa área seca receber água novamente para o ovo ficar vivo atingindo a fase adulta em até três dias.


Aqui em Costa Rica, graças à ação conjunta da Secretaria Municipal de Saúde, Vetores e Agentes de Saúde, os casos de dengue diminuíram significativamente em relação ao mesmo período do ano passado. De janeiro a 26 de maio de 2010, foram notificados 248 casos com 171 confirmados, já no ano de 2011 foram 108 notificações com 41 casos confirmados.
“Essa diminuição nos casos de dengue é graças ao esforço de todos, município e população. Precisamos continuar os trabalhos e os cuidados para que o índice diminua cada vez mais”, relata a coordenadora de vigilância epidemiológica, Juliana Carvalho.


Os sintomas da dengue são: febre alta, dor de cabeça, dor no corpo, indisposição, enjôos e vômitos.

Caso sinta esses sintomas procure imediatamente uma unidade de saúde antes de tomar qualquer tipo de medicamento.

Fonte: ASSECOM/PMCR

Vale das Pedrinhas recebe grande mutirão no combate à dengue


A Secretaria Municipal de Saúde, através do Distrito Sanitário Barra/Rio Vermelho e Centro de Controle de Zoonoses, promove nesta sexta-feira (27), das 9h às 12 horas, um grande mutirão educativo de combate à dengue no final de linha do Vale das Pedrinhas.
Os agentes comunitários vão ensinar como preparar as armadilhas para capturar os mosquitos, além de distribuir panfletos educativos à comunidade. O mutirão conta com o apoio do Centro de Controle Social Urbano e das escolas Bernardino Moreira e Amália Paiva.
Fonte: SMS







O PODER DA LÍNGUA



Certa vez, um homem tanto falou que seu vizinho era ladrão, que o vizinho acabou sendo preso. Algum tempo depois, descobriram que o rapaz era inocente, ele foi solto, e, após muita humilhação resolveu processar seu vizinho (o caluniador).

No tribunal, o caluniador disse ao juiz:


- Comentários não causam tanto mal... e o juiz respondeu:
- Então escreva os comentários que você fez sobre ele num papel, depois pique o papel e jogue os pedaços pelo caminho de casa e amanhã volte para ouvir a sentença!

O homem obedeceu e voltou no dia seguinte, quando o juiz disse:
- Antes da sentença, terá que catar os pedaços de papel que espalhou ontem!
- Não posso fazer isso, meritíssimo! - respondeu o homem - o vento deve tê-los espalhados por tudo quanto é lugar e já não sei onde estão!

Ao que o juiz respondeu:
- Da mesma maneira, um simples comentário que pode destruir a honra de um homem, espalha-se a ponto de não podermos consertar o mal causado; se não se pode falar bem de uma pessoa, é melhor que não se diga nada!

Sejamos senhores de nossa língua, para não sermos escravos de nossas palavras.

No mundo sempre existirão pessoas que vão te amar pelo que você é, e outras que vão te odiar pelo mesmo motivo. Acostume-se...

Quem ama não vê defeitos... quem odeia não vê qualidades e, quem é amigo, vê as duas coisas e ainda assim te ama e respeita!

COMO ANDAM AS COISAS EM BRASILIA SEGUNDO A CONACS


Essa semana foi muito produtiva para a categoria, pois finalmente o Presidente Marco Maia assinou o Ato de criação da Comissão Especial, e ainda no dia de ontem fez a leitura em plenário.
Isso possibilitou que a CONACS já iniciasse as articulações para a composição da nova Comissão Especial. A novidade é que a Deputada Fátima Bezerra não será mais a nossa Relatora.
Segundo a Deputada Fátima, o acúmulo de compromissos parlamentares assumidos no início dessa legislatura, como por exemplo a presidência da Comissão Permanente da Educação, a deixou sem tempo para se dedicar como necessário à relatoria do Piso Salarial.
Por isso, a CONACS em consenso está indicando o Deputado Domingos Dutra (PT/MA) como Relator da Comissão Especial. Também deverá haver mudanças na presidência da Comissão, pois na Legislatura passada, o Deputado Geraldo Resende (PMDB/MS) conduziu a Comissão Especial sendo muito atuante, mas também deverá ser substituído pelo Deputado Benjamim Maranhão (PMDB/PB).
A Presidente da CONACS em companhia do Deputado goiana Pedro Chaves (PMDB/GO), foi recebida ontem a noite no gabinete do Deputado Benjamim Maranhão (PMDB/PB), e se confirmada a expectativa de ser indicado Presidente da Comissão, reafirmou seu compromisso em ser um presidente atuante e fará o possível para acelerar o processo de votação do Piso Salarial dos ACS e ACE.
 Além dos Deputados Domingos Dutra (PT/MA) e Benjamim Maranhão (PMDB/PB) deverão ser confirmados como membros da Comissão Especial os seguintes Deputados:
Parlamentar
Partido
Estado
Gabinete
Hugo Napoleão
DEM
PI
414
Efraim Filho
DEM
PB
744
Mendonça Prado
DEM
SE
508
Alice Portugal
PC do B
BA
420
Jô Moraes
PC do B
MG
322
Flávia de Moraes
PDT
GO
738
Felipe Bornier
PHS
RJ
216
Pedro Chaves
PMDB
GO
406
Geraldo Resende
PMDB
MS
905
Marllos Sampaio
PMDB
PI
906
Leandro Vilela
PMDB
GO
309
José Linhares
PP
CE
860
Roberto Brito
PP
BA
733
Dr. Paulo César
PR
RJ
904
Jorge Pinheiro
PRB
GO
536
Cleber Verde
PRB
MA
710
Ribamar Alves
PSB
MA
729
Valtenir Pereira
PSB
MS
913
Raimundo Gomes de Matos
PSDB
CE
725
João Campos
PSDB
GO
315
Andreia Zito
PSDB
RJ
636
Josias Gomes
PT
BA
642
Fátima Bezerra
PT
RN
326
Domingos Dutra
PT
MA
806
Iracema Portela
PT
PI
924
Luiz Couto
PT
PB
442
Vamos cobrar dos parlamentares da Bahia acima.
Fonte: Conacs