31 de janeiro de 2011

Salário dia 02/02

A secretaria municipal da Fazenda (Sefaz) deve antecipar para a próxima quarta-feira (2) o pagamento dos salários dos servidores da administração direta e indireta. Pela previsão inicial, o pagamento dos funcionários ativos da Prefeitura, referente a janeiro, só seria feito no quinto dia útil do mês seguinte (na segunda-feira, 7) – conforme tabela semestral de pagamento da folha de pessoal publicada na edição do Diário Oficial desta segunda-feira (31). Os aposentados e pensionistas, que têm prioridade no pagamento, já receberam normalmente hoje (31). Os demais pagamentos da folha devem seguir a tabela semestral: aposentados e pensionistas, nos dias 28 de fevereiro, 31 de março, 29 de abril, 31 de maio e 30 de junho; e, os servidores ativos, também em lote único, nos dias 28 de fevereiro, 31 de março, 5 de maio, 7 de junho e 7 de julho.

 

31/01/2011
TABELA DE PAGAMENTO SERVIDORES- 1º semestre 2011
.


TABELA DE PAGAMENTO  SERVIDORES
1º SEMESTRE 2011


JANEIRO
FEVEREIRO
MARÇO
ABRIL
MAIO
JUNHO
APOSENTADOS






E
31/1
28/2
31/329/4
31/5
30/6
PENSIONISTAS













SERVIDORES DA






ADMINISTRAÇÃO







07/2*
28/2
31/3
05/5
07/6
07/7
DIRETA E INDIRETA














*Excepcionalmente, antecipado para 2 de fevereiro

Câmara retoma atividades amanhã e imprensa especula presença de JH

A coluna Tempo Presente, do jornal A Tarde, traz na edição de hoje o questionamento: “Irá o prefeito João Henrique Carneiro à Câmara, amanhã 01/02/2011, ler a mensagem de abertura do ano Legislativo?”. Conforme o Política Hoje antecipou na semana passada, o secretário municipal de Comunicação, Diogo Tavares, garantiu que JH seguirá a tradição e cumprirá o protocolo. e AACES com certeza estará lá para ver, como também solicitar a antecipação dos efeitos financeiros da transmudação de regime.
Fonte: Politica Hoje

João Henrique, vai ? ou não vai?


29 de janeiro de 2011

Secretarias têm 24 horas para avisar casos graves e mortes por dengue

 
A partir de agora, todas as secretarias estaduais de Saúde terão prazo de 24 horas para avisar o Governo Federal sobre casos graves de dengue e as mortes causadas pela doença. E as unidades de saúde, tanto públicas quanto particulares, serão também obrigadas a notificar o Ministério da Saúde sobre os casos de violência sexual ou doméstica.
Fonte: Jornal Nacional

28 de janeiro de 2011

Sindacs está Preocupado Com a Pesquisa

Para nós da AACES é um prazer saber que o sindacs também é leitor do nosso blog, inclusive gostaríamos de aproveitar a oportunidade e agradecer, e também dizer que os resultados das pesquisas é a vontade da categoria e nada mais, e se há duvidas sobre a autenticidade dos resultados que o nosso sindicato faça em seu site outra enquete com os mesmos nomes.
E para mostrar que realmente estamos desprendidos de vaidades, sempre falamos do sindacs em nosso blog, coisa que a atual diretoria nunca fez ou postou o nome da AACES em seu site, mas tudo bem não ligamos e por isso que vamos divulgar a nota que o sindacs colocou em seu site.
 veja na integra.

Mensagem importante do SINDACS/BA
para todos os ACS e ACE da Bahia
A diretoria colegiada do Sindacs/BA vem informar aos seus filiados que não levem a serio as pesquisas de blogs que ficam manipulando os resultados em seu favor ou de seus diretores e que não condizem com a realidade e os desejos dos trabalhadores, que confiam e apostam no trabalho, dessa nova diretoria, que já deu provas que em primeiro lugar esta a luta pela melhoria da qualidade de vida dos ACS E ACE do estado da Bahia.
O Sindacs/BA esta fazendo uma discussão interna e com certeza em breve estaremos levando o resultado para a toda categoria, se lançaremos um nome forte e que una os trabalhadores em prol dessa candidatura, para 2012 porque todos nós temos consciência de que seremos mais fortes com alguém da categoria que esteja preparado e tenha idéias e projetos para garantir os nossos direitos na câmara de vereadores de Salvador e de outros municípios da Bahia.
 É dessa forma democrática que mostramos a mudança de pensamento dessa nova gestão por isso estamos chamando atenção de vocês para que fiquem atentos a essas formas de induzir e separar as categorias que para nos do Sindacs/BA é uma só.
E esperamos contar com o apoio de todos porque com a nossa união elegeremos um ACS OU ACE para lutar, e que o mandato seja para ajudar e fortalecer a nossa categoria em todos os cantos da Bahia isso é compromisso.

MUITO OBRIGADO E QUE DEUS NOS ABENÇOE



Assalto na entrada da Câmara de Veradores.

O vereador Everaldo Bispo (PMDB) foi assaltado na entrada da Câmara Municipal de Salvador (CMS), por volta do meio-dia desta quinta-feira (27). Ele havia acabado de sacar uma boa quantia em dinheiro na agência bancária que fica dentro da prefeitura, e se dirigia ao seu gabinete, quando foi abordado por dois homens. De acordo com a filha do vereador, Carol Bispo, que estava com o edil, um dos homens o empurrou e puxou o dinheiro que estava no bolso do vereador. “Quando ele colocou a mão no bolso o dinheiro já não estava mais”, relatou. Segundo ela, os policiais que estavam na frente da Câmara demoraram de perceber a ação dos bandidos, que fugiram correndo pela Ladeira da Praça. “Meu pai ainda gritou por socorro, mas quando os policiais chegaram, os homens já estavam longe”, conta. Segundo Carol, o pai havia sacado R$ 1,7 mil, mas não sobrou nem um centavo para contar a história. Ela suspeita que os homens tenham seguido seu pai desde a saída do banco. O vereador Everaldo Bispo, que chegou a ser cotado para a presidência da Câmara e atualmente preside a Comissão de Constituição e Justiça da Casa, estava em reunião e não foi encontrado para comentar o incidente.
Fonte: Bahia Noticias.
Dizem que Everaldo Bispo Retou.

27 de janeiro de 2011

Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa Com Deficiência - COEDE

A Aaces participou hoje 27/01/2011 na Secretária da Justiça, Cidadania  e Direitos Humanos no Centro Administrativo da Bahia da reunião Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa Com Deficiência - COEDE, a pauta que nos interessou foi sobre Hanseniase que no próximo sábado 29/01/2011 é o dia mundial de combate a esta doênça que é tão antiga quanto a Bíblia, e o MORHAN (Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas Pela Hanseniase)  Jair Alves fez uma apresentação informativa, com riqueza de conteúdo, participou também a APALBA ( Associação das Pessoas com Albinismo na Bahia ) Joselito Luz.
Quem apareceu na reunião foi o novo Secretário de  Justiça, Cidadania e Direitos Humanos do estado da Bahia Dr. Almiro Sena, que pelo regimento é o presidente do conselho, e seu acessor especial Marcos Resende, a AACES desejou uma boa sorte na luta contra injustiça em nosso estado.

Os membros do MORHAN.

O diretor da AACES fazendo pergunta sobre Hanseniase.

A mesa.

A platéia.

Os diretores da AACES com Marcos Resende (terno marron) e Almiro Sena (terno preto).

Os diretores da AACES com Joselito Luz da APALBA.




Reunião do Conselho Municipal de Saúde



Aconteceu ontem 26/01/2011 às 14 horas no CAE  Centro Carlos Gomes a reunião do conselho municipal de Saúde, com pauta única " A atual situação da Saúde de Salvador " Participaram o secretário Dr. Gilberto José, a coordenadora do CDRH  Maria do Socorro Tanure, a coordenadora do fundo municipal de saúde Acácia, dentre outras autoridades envolvidas no assunto, e os agentes de saúde não poderia deixar de participar e cobrar do novo secretário P.As dignos para quem promove a saúde, como também a antecipação dos efeitos financeiros da transmudação e a compra imediata das iscas parafinadas para a desratização para a realização do plano de contigência,  para assim evitar óbitos com a proliferação da leptospira em nossa cidade, o novo secretário anotou as reivindicações e esperamos resultados.

 Os agentes de saúde com o secretário.

A coordenadora do CDRH  Dra. Socorro de azul .

A platéia.

A platéia.

25 de janeiro de 2011

NOTA TÉCNICA 02/2008 – ESCLARECIMENTOS PARA USO DO FUMACÊ DIVEP/SUVISA/SESAB

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA
Secretaria da Saúde do Estado da Bahia
Superintendência de Vigilância e Proteção da Saúde
Diretoria de Vigilância Epidemiológica

Esclarecemos que, a aplicação de inseticida através do método UBV-Ultra
Baixo Volume (FUMACÊ) é restrita a epidemias de Dengue e/ou Febre
Amarela, como forma complementar às ações de combate ao potencial
impacta o meio ambiente, causando mortes dos insetos polinizadores, tais
como, abelhas, vespas e borboletas, além dos predadores naturais que
exercem a função de controladores das populações de vetores. Outra
conseqüência negativa é a seleção de populações de mosquitos resistentes ao
produto utilizado, dificultando a interrupção da transmissão através do controle
químico, quando realmente for necessário.
Vale ressaltar, que o uso do FUMACÊ só elimina insetos alados, ou seja, os
ovos e as larvas não são atingidos e renovam sempre a população dos adultos.
Os insetos do gênero culex (muriçoca) se reproduzem em ambientes ricos em
matéria orgânica, tais como, esgoto, água pluvial sem esgotamento, recipientes
expostos em lixos, fossas abertas, etc.. Portanto, para combater as muriçocas
são necessárias medidas de saneamento básico.
transmissor destas doenças, o Aedes aegypti. O uso sem critério do FUMACÊ

24 de janeiro de 2011

EX-SECRETÁRIO DE SAÚDE ASSUME ROBERTO SANTOS




José Saturnino Rodrigues teve passagem relâmpago na prefeitura
Após passagem relâmpago na prefeitura de Salvador, onde passou dois meses, o ex-secretário municipal de Saúde, José Saturnino Rodrigues, foi convidado pelo Estado para assumir a diretoria-administrativa do Hospital Roberto Santos. O convite, de acordo com o Portal da Metrópole, foi feito pelo próprio titular da Sesab, Jorge Solla. “Para mim, foi uma alegria muito grande. No mesmo dia do furacão, o secretário de Saúde do Estado, que é uma pessoa muito séria, me fez o convite e eu aceitei”, relatou Rodrigues. Ele assumirá o cargo no próximo dia 1º de fevereiro.
Fonte: Bahia Noticias

Colega Desaparecida é Encontrada

Foi encontrada nesta segunda-feira (24) a agente de saúde Francicleide dos Santos, de 27 anos, que estava desaparecida desde terça-feira da semana passada.
Francicleide saiu de casa, no bairro de Dom Avelar, dizendo que ia a uma clínica no Itaigara e desapareceu. O noivo espalhou cartazes com foto na tentativa de ter alguma notícia. O caso foi mostrado em nossos telejornais.
Uma telespectadora reconheceu Francicleide que estaria na região de Sauipe e avisou a polícia. A agente de saúde foi localizada em uma pousada. Segundo a polícia, Francileide disse que resolveu desaparecer depois de descobrir que estava doente.
Veja o video no link abaixo:
http://ibahia.globo.com/batv/BATV_pop_video.asp?video=batv_seg_02.wmv&ext.asx

Para onde levar animais abandonados em Salvador?

 



A leitora/internauta Paula Moreno entrou em contato com o Cidadão Repórter com a seguinte dúvida: existe algum órgão da Prefeitura que cuide dos animais abandonados em Salvador?
O Cidadão Repórter contactou a Prefeitura e uma Organização Não Governamental (ONG) e verificou que não existe nenhum órgão da Prefeitura que recolha os animais. O único abrigo de Salvador já está lotado e, por isso, não recebe mais doações.
Confira abaixo a dúvida da leitora e as respostas mais detalhes sobre o trabalho das ONGs:

A dúvida de Paula:

“No último domingo à noite, no Iapi, Jardim Eldorado, junto ao Colégio Ministro Pires de Albuquerque,  foi abandonada uma cadela com seus cinco filhotinhos lindos. Nós moradores ficamos colocando comida, água e dando assistencia na limpeza do local. Tentei procurar algum abrigo, mas, infelizmente, não obtive resposta. Na terça-feira à tarde algumas pessoas levaram-os.
Estou procurando saber quem levou e se realmente vão cuidar desses tesouros. De que forma posso ajudar? Existe algum órgão da Prefeitura que cuide de animais abandonados em Salvador? É muito triste essa situação, os animais são especiais mesmo. Por favor me respondam, abraços”.
Resposta da prefeitura:
Em contato com a assessoria de comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), o Cidadão Repórter obteve a informação de que o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), não recolhe os animais, mas faz a castração de cães e gatos gratuitamente.
Para solicitar a castração, basta entrar em contato através do telefone (71) 3611.7309 ou 160 (Disk Saúde). Após o cadastro, o animal passa por uma consulta e só depois é marcada a cirurgia, que pode ser feita no próprio CCZ ou em uma clínica veterinária parceira.
Resposta da ONG
A vice-presidente da Unidade de Proteção Animal de Salvador (UPAS), Aglaia Brandão, esclareceu que nenhuma ONG de Salvador
recebe os animais. “O único era o Abrigo São Francisco de Assis, em Paripe, que não recebe mais animais porque está lotado”, diz.
Ela explicou ainda que a maioria das ONGs trabalha com a educação e a doação de animais, ou seja, quem encontra um cão na rua e não sabe o que fazer com ele, pode entrar em contato com a UPAS que direciona o animal para quem puder adotar.

“É até uma demanda que a gente quer solicitar da prefeitura porque a castração resolve a questão a longo prazo, mas, enquanto isso, muitos animais continuam abandonados nas ruas. O que realizamos são feirinhas aos domingos no Parque de Pituaçu e mensalmente em outros locais para viabilizar a adoção dos animais. E também fazemos pela internet”, detalha.
Para adotar um animal, é preciso ter 18 anos, portar RG (documento de identidade) e comprovante de residência. Além disso, o adotante terá que contribuir com taxa de adoção no valor de R$ 20 (vinte Reais) e assinar um termo de responsabilidade de adoção.
Fonte: A Tarde On Line

Vereadores Vão Discutir Crise

Foto: Gusmão Neto/ BN
Na terça-feira (25/01), os vereadores que compõem a Mesa Diretora da Câmara Municipal de Salvador se reúnem para discutir a crise político-financeira da Prefeitura de Salvador. Segundo o presidente da Câmara, Pedro Godinho (PMDB), a pauta da reunião será administrativa. O seu colega Alcindo da Anunciação (PSL), líder do bloco independente, entretanto, diz que trará o embate político para o debate. “Vou propor ao presidente que convoque uma reunião de líderes e depois uma sessão extraordinária, sem aumento de despesa para a Câmara, para que a gente comece a discutir a situação de Salvador”, afirmou. O prefeito João Henrique (sem partido) terá de enfrentar oito vereadores do bloco de oposição, seis independentes e ainda outros seis do PMDB. A base governista fica com apenas 11 membros. 

 Fonte: Atarde

Centrais sindicais buscam acordo para aumentar salário mínimo e corrigir tabela

Brasília - O aumento do salário mínimo e a correção da tabela do Imposto de Renda estão na pauta de discussões desta semana. Representantes de seis centrais sindicais se reúnem na quarta-feira (26) com o ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, em busca de um acordo para que o mínimo fique acima dos R$ 545 propostos pelo governo.

Desde o fim do ano passado as centrais reivindicam que o salário mínimo passe de R$ 510 para R$ 580. O
valor estabelecido pelo governo para este ano era de R$ 540, mas foi aumentado para R$ 545 depois que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) fechou 2010 maior que o previsto.

Fonte: Atarde

Para que o novo valor possa valer, uma medida provisória (MP) será editada. Segundo o governo, o salário mínimo de R$ 545 valerá a partir de fevereiro.

Com a edição da MP, as centrais sindicais têm a chance de
negociar com o Congresso Nacional o aumento desse valor. O Congresso só volta às atividades em fevereiro.

Quanto à correção da tabela do Imposto de
Renda, as centrais pedem 6,45% para este ano. O governo, no entanto, não fez nenhuma sinalização até agora. De acordo com as centrais, as informações que chegam pela imprensa é de que não haverá correção.

23 de janeiro de 2011

João Henrique

O prefeito João Henrique (PMDB) vai a Brasília na próxima segunda-feira (24) se encontrar com o ministro das Cidades, Mario Negromonte e com o da Integração Nacional, Fernando Bezerra de Souza Coelho para buscar recursos para a capital baiana. O secretário municipal da Comunicação, Diogo Tavares, porém, disse ao Política Hoje não saber exatamente o que JH vai pleitear com os ministros de Estados. O prefeito retorna a Salvador na terça-feira (25). Neste fim de semana ele não tem nenhum compromisso oficial.
Sobre a situação política do prefeito, o secretário explicou que o resultado do pedido de desfiliação do PMDB feito ao TRE nesta semana deverá sair em trinta dias. O secretário admitiu que JH já esta, sim, se articulando com alguns partidos no sentido de se filiar, mas reiterou que ainda não há definição. Questionado sobre algum partido especificamente, Diogo esquivou. “Sinceramente, não sei. Não participo muito das articulações políticas do prefeito. Cuido mais da administração”, explicou.
 
Apesar da afirmativa do secretário de que João vai apenas tratar da administração na capital federal, são fortes os rumores que dão conta de que o prefeito vai conversar com Negromonte acerca de uma possível filiação ao PP, partido que é presidido pelo ministro na Bahia.
 
 
Fonte: Politica Hoje, Romulo Faro

O problema não é João. O problema é Maria


Um mergulho nos bastidores da política baiana e nos porões do poder municipal em busca de um entendimento melhor da atual crise que atinge a Prefeitura de Salvador revela um diagnóstico surpreendente: nove entre 10 políticos e não políticos ouvidos são diretos ao afirmar que o problema da Prefeitura tem várias origens, desde a queda de arrecadação aos repasses cada vez mais enxutos do Fundo de Participação dos Municípios, mas que o problema maior e que amiúda os outros não está em João. Está em Maria.
Com seu estilo voluntarioso, sempre presente em quase todos os momentos ou decisões tomadas pelo marido prefeito, a primeira-dama Maria Luíza acabou por criar uma figura externa ao poder municipal capaz de em muitas situações ter sua opinião transformada numa bíblia a ser seguida fielmente sob pena de uma perigosa colisão política de imprevisíveis, ou nem tanto, consequências para quem desvia do seu pensamento.
Sua personalidade forte ajudou, em muitas ocasiões, a fortalecer posições do prefeito, mesmo quando o exército aliado parecia em desvantagem para cruciais batalhas. Mas, na maioria das vezes, essa ajuda tem se tornado um tormento ou uma dor de cabeça para o marido prefeito, e, inserida no tabuleiro do poder municipal como uma peça que lá se instalou e parece irremovível, vai contribuindo hoje para o crescente desgaste experimentado pelo alcaide.
Contam que a primeira intervenção de Maria deu-se antes mesmo de João fazer a última prova do terno da posse para o seu primeiro mandato. João queria o irmão Sérgio na Casa Civil, por achá-lo – como meio mundo político acha – jeitoso e habilidoso para o trato com uma casa nervosa como é a Câmara Municipal. Sergio chegou a ser contatado, estava inclinado a aceitar, mas Maria foi contra.

Argumentou que não cairia bem para o perfil do alcaide trazer para um gabinete ao lado do seu exatamente o seu irmão, apesar de suas inegáveis qualidades políticas.
A interlocutores privilegiados ela teria dito: ele não senta naquela cadeira. E Sergio não sentou. Mas se por intuição feminina ou sopro de algum vidente, Maria acertou em cheio nessa intervenção. Mesmo sem estar no gabinete ao lado do mano, foi seu líder na Câmara e lá, com seus atributos, conseguiu a inédita façanha de aprovar todos os projetos encaminhados pelo executivo.
E por unanimidade. Sergio revelou-se uma peça importante no começo da primeira gestão de João, mas quando ia ao Palácio sentava num confortável sofá de couro preto na antessala do prefeito. Jamais na, nem tão confortável assim, cadeira de secretário Chefe da Casa Civil. Como previu Maria.
Era só o começo de uma gestão e de uma conturbada história de palpites e intervenções, felizes e infelizes, da primeira-dama que, para muitos, acabaram levando o prefeito à perda da sustentação política na Câmara, da confiança de influentes caciques políticos e até de fraternos amigos que, convidados a emprestar sua colaboração ao núcleo do poder municipal, acabavam enxotados não exatamente pelo prefeito, mas por uma estranha luz que parecia iluminar - ou não - seus pensamentos e decisões.

Pressão cresce e, com ela, as exonerações

Ao passar dos dias, o poder de fogo da primeira-dama, inevitavelmente, foi aumentando. Seus palpites e intervenções saltaram de esporádicos para constantes e os secretários de governo e assessores diretos foram virando alvos diretos. Um bom exemplo a ser citado foi o do advogado Carlos Sodré, ex-secretário particular do prefeito na primeira gestão, que em dezembro de 2005 pediu exoneração – o primeiro de uma série –, por se sentir desconfortável com algumas observações da primeira-dama.   
Segundo Sodré, ele nunca teve nenhum problema pessoal nem com o prefeito nem com a própria Maria Luíza. “Sempre fui tratado com respeito. O problema foi no campo administrativo.
“E, o primeiro erro do prefeito foi permitir que ela (Maria Luíza) tivesse tanto espaço e poder. Afinal, foi ele quem foi eleito pela população. Ele que tem por obrigação gerir os destinos da cidade, mas, com o desejo de ajudar, ela acabava interferindo em tudo. Por interferência dela, foi criado um clima de dificuldades até para mim.
Quando percebi que o clima era muito ruim, já que ela interferia em tudo, até na hora do almoço, pedi para sair”, relembrou. Ainda, segundo Sodré, cerca de 156 nomeados do primeiro e segundo escalão já foram demitidos por interferência de Maria Luíza.
“Para comprovar, basta pegar o Diário Oficial do Município e o maior detalhe é que, no afã de ajudar, ela interfere no governo sem pedir segredo. A primeira-dama acaba se metendo em tudo. Ou seja, com ela por perto, quando os meus males forem velhos, os de alguém serão novos”, desabafou.
Nos bastidores do poder credita-se à primeira-dama a saída de valiosos quadros, auxiliares que muito  contribuíam com a gestão municipal, mas acabaram agastados com algumas intervenções de Maria. Entre eles, é possível mencionar entre os casos mais recentes os dos secretários José Carlos Brito (Saúde), André Curvello (Comunicação), Carlos Ribeiro Soares (Educação) e Fábio Mota (Serviços Públicos), alguns da cota do PMDB, antigo partido de Maria Luíza, pelo qual ela tomou “ódio mortal”, ao se desentender com o líder da sigla, Geddel Vieira Lima.
O caso de Curvello, que também não resistiu às pressões e entregou o cargo, após ter pedido demissão quatro vezes, foi um dos mais emblemáticos. Sua saída teria sido gerada após uma resposta da Secretaria de Comunicação sobre um assunto polêmico ligado à gestão municipal.
A nota teria deixado o prefeito numa situação delicada e, sem hesitar, a primeira-dama partiu em defesa do marido e criticou a posição da Secom, leia-se de Curvello, de forma aberta.
No que diz respeito a José Carlos Brito, circula nos bastidores que a sua saída se deu pelo simples fato de Maria querer participar mais de perto da gestão do Fundo Municipal de Saúde e Brito ter batido de frente por ser o titular da pasta. Este teria sido o estopim para sua cabeça ir a prêmio. Já no caso do secretário Fábio Mota, classificado pelo prefeito como um dos seus melhores quadros, também teria saído por pressão da deputada Maria Luíza, simplesmente por fazer parte da cúpula dos Vieira Lima. 
Assim, técnicos de renomada qualificação acabaram defenestrados de posições estratégicas da máquina municipal sem uma explicação muito lógica. Outros preferiram pedir as contas e tomar outro rumo por constatarem que estavam entrando numa perigosa rota de colisão com a primeira-dama, onde haveriam de pagar um preço altíssimo por mais algumas semanas ou meses de sobrevida. E, fincado na sólida estrutura familiar, o prefeito seguia e segue a ouvi-la em momentos delicados ou, muitas vezes, nem tanto.

Sempre presente com palpites temidos

A figura muitas vezes invisível, mas sempre presente, da primeira-dama foi criando no mundo político uma sensação de que o que era acordado com João muitas vezes sucumbia diante de uma eventual resistência de Maria, da voluntariosa e sempre voltada a ajudá-lo Maria, mas, para muitos, de alguns palpites infelizes ou posições emocionais, incompatíveis com a gestão de uma capital como Salvador.
“Não é justo dizer que ela viva a conspirar ou a querer, em algum momento, o mal para o prefeito ou para a cidade. Ela apenas exagera em seus palpites, sufoca o prefeito em momentos onde seu bom senso seria o melhor conselheiro e ela acaba sendo ouvida. E desandando tudo que ia muito bem para frente. E com a cadeira de deputada, aí é que a coisa ficou pior ainda”, desabafa um ex-auxiliar de João.
No campo político, porém, esses palpites são tidos como “temidos” pela pequena margem de acertos e por tornar acordos longamente negociados ou cuidadosamente costurados susceptíveis de um rompante de Maria.
“Ela age guiada pela intuição feminina, mas deixa que o emocional fale mais alto. Com isso, em vez de interpretar uma situação levando em conta os vários elementos que a compõem, vai logo se posicionando, desfazendo alianças ou trabalhando para que elas não durem muito. Seu desejo de ajudar a faz querer exercer um poder incompatível com o que é de direito na máquina municipal, e quando não é ouvida começa a afiar uma potente e fatal guilhotina, independente do brilho que emane da cabeça a ser decapitada”, dispara outro destacado personagem da vida pública baiana. 
Na visão da líder do PT na Câmara, Vânia Galvão, se isso, de fato, estiver ocorrendo, as recomendações de Maria Luíza ao prefeito, sem dúvida, são de péssima influência.
“Afinal, a cidade enfrenta uma grave crise. Portanto, o conselho que dou a ela, como representante da classe feminina, é que deixe o prefeito exercer o seu papel, que as urnas lhe destinaram”. 
E Sodré sentencia: “tem que haver uma força-tarefa de todos os partidos pelo bem de Salvador para garantir a governabilidade na cidade. Contudo, sem a intromissão de Maria Luíza”, reiterou.

Fonte: Tribuna da Bahia Publicada: 21/01/2011 01:02| Fernanda Chagas.


A chuva vai passar.

Vamos orar, e tirar Salvador desta situação.

22 de janeiro de 2011

SMS monta esquema para vacinar jovens de 15 a 24 anos contra meningite

A vacinação contra meningite para jovens de 15 a 24 anos será novamente realizada nos dias 12 e 13 de fevereiro em 58 salas de vacina espalhadas pelos 12 Distritos Sanitários de Salvador. A imunização faz parte de uma estratégia articulada pelas Secretarias de Saúde do Município e do Estado com o objetivo de reduzir o número de casos da doença, evitando a proliferação da doença no Carnaval.

Essa é a segunda campanha de vacinação contra meningite C destinada aos jovens dessa faixa etária. Na primeira campanha, realizada no ano passado, foram imunizadas mais de 400 mil pessoas, totalizando uma cobertura de 52,63% da meta a ser alcançada, que era de cerca de 776 mil indivíduos.

Entre as faixas etárias, foram vacinadas mais de 172 mil crianças de 10 a 14 anos (71,52%); quase 152 mil jovens de 15 a19 anos (60,16%) e cerca de 84 mil pessoas de 20 a 24 anos (29,73%). As coberturas alcançadas revelam um contingente de quase 300 mil pessoas não imunizadas. O baixo índice de cobertura mostrou a necessidade para a realização de uma nova campanha.

“É importante frisar a necessidade da vacinação desse grupo, por estar mais exposto a aglomerações em festas populares e grandes shows, que são os locais propícios para disseminação de doenças infecto contagiosas. Além disso, os jovens dessa idade têm mais dificuldades de ir até um posto de saúde, seja por causa do horário da escola ou trabalho”, disse a subcoordenadora da Vigilância Epidemiológica de Salvador, Cristiane Cardoso.

Meningite

A meningite é uma inflamação das membranas que recobrem e protegem o sistema nervoso central - as meninges. Ela pode ser causada por vírus ou bactérias. O quadro das meningites virais é mais leve e seus sintomas se assemelham aos da gripe. Entretanto, a bacteriana causada pelo meningococo é altamente contagiosa, sendo a doença meningocócica a mais séria. A doença se manifesta principalmente em adultos jovens e crianças, sendo os menores de quatro anos os mais vulneráveis. A transmissão da doença se dá de pessoa a pessoa por via respiratória, através de secreções ou saliva de doentes ou portadores assintomáticos.

21 de janeiro de 2011

CONVOCAÇÃO PARA REUNIÃO


O Conselho Municipal de Saúde de Salvador - CMS/SSA, preocupado com a repercussão da atual situação enfrentada pela Saúde no Município de Salvador, estará convocando o Excelentíssimo Senhor Secretário Municipal da Saúde, Dr. Gilberto José dos Santos Filho, a fazer todos os esclarecimentos sobre os problemas vividos atualmente.
Neste sentido, convocamos toda sociedade a participar da 355ª Reunião Ordinária do Conselho Municipal de Saúde, a realizar-se dia 26/01/2011 (quarta-feira), às 14h, no Auditório do Centro de Saúde Carlos Gomes - CAE Centro, localizado à Rua Carlos Gomes, 270, 8º andar (após o Clube de Engenharia e o Centro Cultural da Caixa Econômica Federal). 
O Conselho Municipal de Saúde de Salvador encontra-se a disposição para maiores esclarecimentos.

Contamos com a valiosa presença de todos!
  
Cordialmente,
 Conselho Municipal de Saúde da Cidade do Salvador
71 3186-1001
71 3186-1150
 
Fonte: Conselho Municipal de Saúde de Salvador