1 de dezembro de 2015

PORTARIA 1.939 DE 01 DE DEZEMBRO 2015, TROCADA EM MIÚDOS


AFC Assistência Financeira Complementar, que foi regulamentada com a portaria 1.939, garante o pagamento do piso nacional? Não, primeiro precisa saber se a união realmente vai cumprir o que está na portaria, que é  repassar os valores de recursos federais relativos ao Piso Fixo de Vigilância em Saúde (PFVS), a Assistência Financeira Complementar (AFC) da União para o cumprimento do piso salarial profissional nacional dos Agentes de Combate às Endemias (ACEs), no repasse no site Fundo a Fundo do Ministério da Saúde onde detalha os repasses financeiros da união para os município ainda não aponta nenhum dinheiro novo para o pagamento do piso.

Segundo a portaria 1.025 de 21 de Julho de 2015 regulamenta apenas 1.025 ACE para Salvador, que foi um presente de grego, não só para nós aqui em Salvador mais para todos os municípios, onde foi reduzido os números de ACE,s, que inclusive balizou muitos prefeitos a demitirem ou exonerar, baseados nessa que não foi uma portaria, mas sim uma porcaria para nossa categoria, diante dos fatos, vamos ser otimista e acreditar que  o governo federal com essa nova portaria realmente mande a AFC com efeitos financeiros há Outubro de 2015, só que não podemos esquecer que virá para apenas 1.025, e os restantes dos nossos irmãos de farda? quem vai querer está na posição de 1.021 e ficar de fora do piso? Claro que ninguém, portanto um grande abacaxi na novela do piso nacional, o sonho que virou pesadelo.

Estamos vigilantes no site da transparência Brasil  e se confirmar que entrou o dinheiro para pagar o piso, vamos pra cima de ACM Neto com gosto de gás.

3 comentários:

  1. Quero frisar a todos os ACES de todo o Brasil, que a culpa de não está sendo pago o piso aos ACES não está nas prefeituras, mais sim, no governo Federal.
    Os sindicatos que estiverem bem articulados devem cobrar sabiamente a quem de direito.
    Nao tem Nada haver com prefeitos. sabemos que o número de ACES que a portaria 1025 expõe nao é uma realidade.
    Tem que haver um senso básico, em cada cidade, através da secretaria de saúde, a qual deve disponibilizar os dados de cada agente que prestou concurso.
    É simples, não fazem porque não querem.

    ResponderExcluir
  2. Quero frisar a todos os ACES de todo o Brasil, que a culpa de não está sendo pago o piso aos ACES não está nas prefeituras, mais sim, no governo Federal.
    Os sindicatos que estiverem bem articulados devem cobrar sabiamente a quem de direito.
    Nao tem Nada haver com prefeitos. sabemos que o número de ACES que a portaria 1025 expõe nao é uma realidade.
    Tem que haver um senso básico, em cada cidade, através da secretaria de saúde, a qual deve disponibilizar os dados de cada agente que prestou concurso.
    É simples, não fazem porque não querem.

    ResponderExcluir
  3. Isso aconteceu em todos os municípios do Brasil, portaria 1025 não levou em consideração a necessidade dos municípios, infelizmente não temos ninguém para lutar pela nossa classe, sabemos que a coisa esta errada mais não podemos fazer nada. A portaria 1939 veio para sacramentar o descaso do Governo Federal pelos ACEs, estabelecendo o repasse vergonhoso que vai fazer para cada município. como vamos pressionar os nossos gestores municipais se o repasse não vai esta lá, o descaso é tanto que até hoje (04/12/2015) ainda não foi feito o repasse do mês de novembro, não cai nada na vigilância em saúde, bem diferente dos ACSs que já esta lá. ACEs para o Governo Federal não tem valor.

    ResponderExcluir

Nunca diga para os outros, aquilo que não gostaria de ouvir