4 de novembro de 2015

Cientistas descobrem medicações que podem ser cura da calvície


Cientistas descobrem medicações que podem ser cura da calvície
Foto: Divulgação
Atenção, carecas. Os dias sem cabelo podem estar contados. Tudo isso porque pesquisadores da Universidade de Columbia, nos Estados Unidos, conseguiram fazer crescer cabelos em camundongos, reativando folículos capilares que já estavam dormentes.

O estudo foi publicado na semana passada na revista Science Advances. A pesquisa usou inibidores de enzimas que bloqueiam o crescimento do cabelo, que já são remédios usados atualmente para tratar doenças do sangue e artrite reumatoide. Os remédios estão em testes para doenças que causam perda de cabelo como psoríase em placa e a Alopecia areata, uma doença autoimune.

A descoberta aconteceu justamente quando esses pesquisadores usaram os remédios em uma pesquisa para tratar a Alopecia areata. Nos testes, os cientistas perceberam que os pelos de camundongos cresciam em maior quantidade quando o remédio era aplicado na pele. Também foram feitos testes com couro cabeludo humano enxertado em camundongos e a eficácia também foi comprovada.

Ainda não foram realizados testes em humanos. 
Bahianotícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nunca diga para os outros, aquilo que não gostaria de ouvir