8 de abril de 2016

Servidores enfrentam intransigência de ACM Neto e mantêm greve

Os servidores municipais de Salvador fizeram assembleia nesta manhã de sexta-feira (8) na Quadra de Esportes do Ginásio dos Bancários, no Largo dos Aflitos. Os trabalhadores protestaram contra a arbitrariedade do prefeito ACM Neto em bloquear o salário do mês trabalhado dos grevistas, dos servidores que não aderiram à greve, dos que estavam de férias ou licença médica, além da intransigência da gestão em não negociar os dias paralisados  e na insistência de dar 0% de reajuste e não querer implantar o piso salarial nacional dos agentes de saúde.


Apesar de toda essa truculenta opressão de ACM Neto contra o funcionalismo público municipal, o movimento paredista mantém-se firme na luta e decide pela continuação da greve. Isso porque "nossa reivindicação é justa, razão pela qual não podemos  recuar e de termos lançado mão de ações na justiça para ter nossos direitos garantidos", afirmou  Bira, diretor de comunicação da Associação dos Agentes Comunitários e de Endemias de Salvador (Aaces).


Na próxima segunda-feira (11), às 14h, os servidores realizam assembleia no pátio da Transalvador, próximo à Secretaria Municipal de Gestão (Semge).


" A assembleia de hoje foi muito revigorante e mostrou a nossa disposição em continuar batalhando. Portanto, a hora é essa de mostrarmos nossa força, participando da próxima mobilização", finalizou Cássia, diretora da Aaces.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nunca diga para os outros, aquilo que não gostaria de ouvir