4 de abril de 2016

Justiça determina que ACM Neto pague imediatamente salário bloqueado dos servidores; Prefeitura ainda não foi notificada


Após o prefeito ACM Neto bloquear o salário dos servidores municipais em greve, o Pode Judiciário do Estado da Bahia concedeu liminar determinando que a prefeitura pague imediatamente os salários bloqueados. “Essa atitude tirana e autoritária foi apenas mais uma tentativa de retaliação do prefeito ACM Neto, contra a luta legitima dos servidores municipais. Mas não iremos nos intimidar, a greve e a luta continuam”, afirmou Luiz Bahia presidente da Associação dos Servidores em Transporte e Trânsito do Município (ASTRAM).

“Salientamos que, além de não respeitar o direito legitimo e constitucional de greve, com esta atitude o prefeito de Salvador violou a Constituição Federal em seu artigo 5º, a Lei de Abuso de Autoridade, bem como, a Lei de Improbidade Administrativa, que tem como pena, inclusive, a perda do mandato”, concluiu o presidente da ASTRAM.  Os servidores municipais voltam a se reunir em assembleia nesta terça (5/4), às 08h, na Praça Municipal.
Em contato com o Aratu Online a assessoria da Secretaria Municipal de Gestão (Semge) afirma que não recebeu notificação porque o sindicato está impedindo a entrada dos servidores que não aderiram a greve e caso algum oficial tenha tentado notificar a prefeitura não encontrou ninguém nos prédios.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nunca diga para os outros, aquilo que não gostaria de ouvir