14 de abril de 2016

Gestão abre Mesa de Negociação, mas greve continua



Os servidores municipais em greve realizaram assembleia em frente à Secretaria Municipal de Gestão (Semge) na manhã desta quinta-feira (14). Os trabalhadores estão paralisados desde o dia 15 de  março e reivindicam reajuste salarial de 17% mais a implantação do piso salarial nacional dos  agentes de saúde. Além disso, exigem o desbloqueio da parte do salário retida pelo prefeito ACM Neto em represália à participação dos funcionários na greve, mesmo após liminar da justiça ter determinado o pagamento imediato dos salários.


Após intensa mobilização do movimento paredista, a gestão teve que abrir a Mesa de Negociação. Amanhã (15), às 9h30min, está agendada uma reunião com a secretária de Gestão, Sônia Magnólia, e os representantes da categoria.  Em seguida, às 14h, na quadra de esportes do Ginásio dos Bancários, no Largo dos Aflitos, ocorre uma assembleia para apresentar a contraproposta da gestão para ser avaliada pelos grevistas.


"Sempre buscamos o diálogo e a negociação, embora ACM Neto preferisse a intransigência. Mas parece que Neto agora entendeu que o caminho é sentar à mesa e conversar", finalizou Paulo, diretor da Associação dos Agentes Comunitários e de Endemias de Salvador (Aaces). 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nunca diga para os outros, aquilo que não gostaria de ouvir