6 de janeiro de 2016

Brasil registra 3.174 casos suspeitos de microcefalia relacionados ao Zika Vírus


Brasil registra 3.174 casos suspeitos de microcefalia relacionados ao Zika Vírus
Foto: Rafael Neddermeyer Fotos Públicas
De acordo com dados divulgados pelo Ministério da Saúde nesta terça-feira (5), 3.174 casos suspeitos de microcefalia relacionada ao vírus Zika em recém-nascidos foram registrados no Brasil até dois de janeiro. Pela primeira vez está sendo investigado um caso no estado do Amazonas. As notificações estão distribuídas em 684 municípios de 21 unidades da federação. Também estão em investigação 38 óbitos de bebês com microcefalia, possivelmente relacionados ao vírus Zika. O estado de Pernambuco, o primeiro a identificar aumento de microcefalia, continua com a maior incidência da doença, 1.185 casos suspeitos . O número representa 37,33% do total registrado em todo o país. Em seguida, estão Paraíba (504), da Bahia (312), Rio Grande do Norte (169), Sergipe (146), Ceará (134), Alagoas (139), Mato Grosso (123) e Rio de Janeiro (118). Novamente o número de casos contabilizados pelo ministério na Bahia é inferior aos 366 casos suspeitos de microcefalia com perímetro cefálico menor ou igual a 32 centímetros apontados pela Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (SESAB) em boletim epidemiológico divulgado nesta terça (5).
Bahianotícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nunca diga para os outros, aquilo que não gostaria de ouvir