29 de outubro de 2015

ANS amplia coberturas obrigatórias para planos de saúde e inclui teste rápido da dengue


ANS amplia coberturas obrigatórias para planos de saúde e inclui teste rápido da dengue
Foto: André Borges / Agência Brasília
As operadoras de plano de saúde serão obrigadas a cobrir o teste rápido para o vírus da dengue a partir de janeiro de 2016. Segundo informações do jornal Folha de S. Paulo, a determinação integra lista de procedimentos cuja cobertura é obrigatória divulgada pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), que é revisada a cada dois anos. Outro exame que passa a compor a lista é o antígeno NS1 do vírus da dengue, que permite detectar a dengue hemorrágica nos cinco primeiros dias da doença. O exame de diagnóstico da febre chikugunya também foi incluído na relação. No que diz respeito a medicamentos, a ANS ordenou a cobertura da enzalutamida, que é usada via oral para o tratamento de câncer de próstata. O implante cardiodesfibrilador, que ajuda a evitar a morte súbita para pacientes cardíacos, também foi incluído no rol. Grávidas e mulheres em amamentação também ganham novos direitos: os planos de saúde poderão fazer 12 consultas em nutrição – antes da nova norma, os planos deveriam cobrir apenas 6. Um procedimento foi excluído da lista: a cirurgia para a correção de excesso de pálpebra, considerada obsoleta pela Sociedade Brasileira de Oftamologia. Ainda de acordo com Folha, a ANS não descarta que as operadoras aumentem as mensalidades dos planos após as mudanças. Se isto ocorrer, deverá ser feito em maio de 2017, mês no qual o valor das mensalidades é revisto.
Bahianotícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nunca diga para os outros, aquilo que não gostaria de ouvir