29 de janeiro de 2017

Salvador tem a segunda pior cobertura de saúde da famíla entre as capitais do país


Salvador tem a segunda pior cobertura de saúde da famíla entre as capitais do país
Foto: Reprodução / Portal Saúde no Ar
Com 29,91%, Salvador é a penúltima capital do país no ranking de cobertura de saúde da família, de acordo com levantamento feito pelo Departamento de Atenção Básica do Ministério da Saúde. A cidade fica atrás apenas de Belém, no Pará, que tem 22,75% de cobertura. "Mais de 70% da população não tem atendimento básico de Saúde da Família e o prefeito ACM Neto é o responsável legal por essa vergonha nacional", acusa o vereador Trindade (PSL), líder da oposição na Câmara Municipal de Salvador. Para o edil, essa falta de cobertura acaba superlotando as UPAs e Hospitais de Pronto Atendimento do Estado, que atendem pacientes de toda a Bahia. Ele aponta que mais de 75% das pessoas atendidas nas UPAs deveriam se dirigir às unidades de Atenção Básica, devido à baixa complexidade dos problemas apresentados. "O Estado assume a responsabilidade da prefeitura de Salvador quando o assunto é saúde pública e não recebe nada de recurso federal para manutenção dos Postos de Saúde. O município recebe dinheiro, e só atende um terço da população, a maioria das pessoas vai para os Pronto Atendimentos e Hospitais do Estado, que não recebe um só real para a Atenção Básica", criticou o vereador, acrescentando que Neto "não tem qualquer preocupação com os que mais precisam, ele só se preocupa em maquiar a cidade e fazer festa".
 
Bahianotícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nunca diga para os outros, aquilo que não gostaria de ouvir