14 de março de 2017

Falha da CCR Metrô Bahia que deixou grande parte de Salvador sem água em 2015, nosso jurídico está abrindo processo para devolução de valores cobrados indevidamente

A relação de regiões afetadas incluiu mais da metade da cidade, em localidades como Bonfim, Ribeira, Caminho de Areia, Massaranduba, Monte Serrat, Boa Viagem, Lobato, Jardim Cruzeiro, Calçada, Mata Escura, Calabetão, São Caetano, Capelinha, Boa Vista de São Caetano, Fazenda Grande, Liberdade, IAPI, Pero Vaz, Av. San Martin, Baixinha do Santo Antônio, Estrada das Barreiras, Cabula, Pernambués, Narandiba, Uruguai e Sussuarana. Depois, outras 90 regiões foram adicionadas à lista de locais que poderiam ser atingidos com a seca inesperada. O rompimento da adutora, nas proximidades da Jaqueira do Carneiro, deixou pista e casas alagadas. Os moradores do local foram levados para um hotel pela CCR Metrô Bahia, que administra o sistema metroviário, mas ainda não foi feita a conta de todo o prejuízo. 
  

 

Por isso nosso jurídico sempre atento, está convocando os agentes de saúde que moram nesses bairros afetados em 2015, para agendarem atendimento para abrir um processo contra a CCR Metrô e ter os valores de Março e Abril de 2015 devolvidos e corrigidos, basta levar documento pessoal e os recibos de água dos meses citados acima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nunca diga para os outros, aquilo que não gostaria de ouvir