11 de maio de 2017

Estudante acusa Ana Rita Tavares de "roubar" cachorros;

Vereadora Ana Rita Tavares

Na manhã desta terça-feira (10/01/2017), por volta das 11h, a vereadora do Partido da Mulher Brasileira (PMB), Ana Rita Tavares, foi à residência de Larissa Santos Lopo Guanaes, no bairro de Matatu de Brotas, e levou, sem autorização judicial, os cinco cachorros da estudante de veterinária. Segundo a jovem, em conversa com o Metro1, antes de levar indevidamente os animais, a parlamentar ainda quebrou o cadeado do portão e invadiu a propriedade.
De acordo com Larissa, a vereadora alegou que a remoção dos cachorros estava ocorrendo por conta de "maus tratos", o que, para a estudante, é uma informação inverídica. O documento apresentado por Ana Rita é, na verdade, uma "notificação extrajudicial" (ver abaixo), o que não permitiria que ela invadisse a residência e lavasse os cachorros, a não ser em recusa de recebimento do papel, o que não ocorreu, segundo a estudante.
"Quando eu cheguei, disse que meus cachorros não sofrem maus tratos e que eu teria como provar. Até porque, ninguém nunca veio me dizer que eu maltratava os cachorros e não tinha motivo para ela vir falar que eu estava sendo acusada disso. Ela invadiu minha casa e pegou todos os cachorros [são cinco animais]", relatou Larissa.
A estudante declarou também que foi até a 6ª DP da Ladeira dos Galés e prestou queixa contra Ana Rita Tavares. Segundo ela, os animais, que foram castrados recentemente e recebem tratamento no Hospital Veterinário da Universidade Federal da Bahia, não são maltratados. Ainda, Larissa disse que não sabe para onde a vereadora levou os animais.

Fonte; Metro 1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nunca diga para os outros, aquilo que não gostaria de ouvir